Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Tragédia no Rio

Em quatro dias, escola de Realengo tem 20 pedidos de transferência

19 ABR 11 - 00h:00r7

O diretor da Escola Municipal Tasso da Silveira, em Realengo, na zona oeste do Rio de Janeiro, Luis Marduk, disse nesta segunda-feira (18) que em quatro dias recebeu 20 pedidos de transferência de alunos para outras instituições. Segundo ele, alguns pais chegaram a desistir de tirar os filhos do colégio. O diretor espera que um número grande de alunos retorne na terça-feira (19), dia previsto para a volta de todas as turmas.

- Acredito que sejamos surpreendidos amanhã com este retorno. Diante de todas as manifestações que eu vi desde o dia 7 na escola a procura de recomeço é muito grande. Não vamos retardar este processo. Estaremos de braços abertos para quando qualquer aluno quiser voltar. O objetivo é avaliar a resposta psicológica de cada ator deste massacre antes das aulas recomeçarem.

Ainda de acordo com Marduk, ainda não há uma data definida para a volta às aulas.

A mãe de uma das vítimas do massacre, Renata dos Reis Rocha, 35 anos, voltou ao colégio nesta segunda-feira para buscar o histórico da filha Brenda Rocha Tavares, 13 anos, que sobreviveu ao ataque. Ela disse que a adolescente está traumatizada e não quer mais voltar para a escola.

- Minha filha está traumatizada e nervosa. Ela não quer mais nem pegar os cadernos.

Renata perdeu a filha Bianca Rocha Tavares, 13 anos. A gêmea Brenda foi baleada e permanece internada no Into (Instituto Nacional de Traumatologia e Ortopedia).

Nesta segunda-feira, quatro turmas de alunos do 9º ano retornarão ao colégio para atividades culturais e artísticas, como oficinas de poesia, de leitura e pintura. De acordo com o diretor, os estudantes selecionarão mensagens de esperança para fortalecer o retorno à escola.

- A partir de 13h, haverá atividades artísticas, de poesia e leitura. Os alunos selecionarão frases de livros com mensagens de paz e esperança para fortalecer nosso retorno.

A secretária municipal de Educação do Rio, Claudia Costin, chegou à escola às 10h10 para uma reunião com a comissão de pais de alunos, estudantes e professores.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Mistura de queimadas com frente fria explicam dia cinza em MS
TEMPO

Queimadas com frente fria explicam dia cinza em MS

Raio-x flagra mulher com 50 cápsulas de cocaína no estômago
SERVIÇO DE MULA

Mulher é presa com cápsulas de cocaína no estômago

TJ mantém condenação de homem por violência doméstica após reconciliação
TRÊS MESES DE PRISÃO

TJ mantém condenação de homem por violência doméstica após reconciliação

Vereadores afastados tomam posse em Dourados
RETORNO

Vereadores afastados tomam posse em Dourados

Mais Lidas