quarta, 18 de julho de 2018

Em protesto, mulher ateia fogo em móveis

19 OUT 2010Por 01h:15

Uma mulher, que não teve o nome divulgado, foi presa ontem, por volta das 14 horas, ao atear fogo em móveis no meio da Rua Argemiro Fialho, no Vila Bandeirantes, em Campo Grande. Ela protestava contra a falta de energia elétrica em sua residência. A mulher colocou fogo em móveis velhos e pedaços de madeira.
Ela foi detida por policiais militares do pelotão do Coophavila. A informação relatada aos policiais é que um caminhão passou pelo local e arrancou a fiação elétrica há cerca de três dias. Desde então, ela e alguns vizinhos estariam sem luz. A mulher disse que cobrou providências, mas, como nada foi feito, decidiu protestar. Bombeiros foram acionados para controlar o incêndio. Ela foi encaminhada à 6ª Delegacia de Polícia e deve responder por perturbação da tranquilidade.
De acordo com a Enersul, quando o caminhão passou pela rua, acabou quebrando o padrão de energia da casa da manifestante. Ela trocou o objeto e instalou um bifásico. No entanto, teria solicitado à concessionária a ligação monofásica. A incompatibilidade entre o padrão e o pedido acabou por inviabilizar o religamento da energia. “No mesmo dia da solicitação, dia 15, o plantão foi até a casa dela e explicou o problema: ou ela trocava o padrão ou modificava a solicitação à Enersul”, disse a assessoria. (MC e ST)

Leia Também