Segunda, 18 de Dezembro de 2017

MATO GROSSO DO SUL

Em protesto, 450 federais paralisam atividades por 24h

11 FEV 2014Por TARYNE ZOTTINO E DANIEL CAMPOS11h:15

Em Mato Grosso do Sul, 450 policiais federais paralisam suas atividades hoje (11) por 24 horas. Agentes, escrivãos e papiloscopistas exigem o cumprimento da lei de equiparação de salários (9276/06), já que recebem ordenado de nível médio. Também se manifestam contra o sucateamento funcional, defasagem de funcionários e evasão de policiais para outros orgãos.

Nesta terça-feira, a PF trabalha com 30% de seu efetivo. Os serviços realizados normalmente são: controle migratório, expedição de passaportes e de registro de armas, segurança privada, além das atividades decorrentes de investigação criminal.

Estão paralisados alguns policiais que atuam na superintêndencia da PF, em Campo Grande, e em delegacias nos municípios de Corumbá, Naviraí, Dourados, Ponta Porã e Três Lagoas. Das 14h às 16h, acontecerá planfletagem nos aeroportos internacionais de Corumbá e da Capital, para informar a população.

O próximo ato será realizado por 48 horas, nos dias 25 e 26 de fevereiro. Também está previsto um de 72 horas, nos dias 11, 12 e 13 do próximo mês. Segundo informações, existe a possibilidade dos policiais entrarem em greve. 

Leia Também