Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Em MT, 30 pessoas são indiciadas por fraude de mais de R$ 16 milhões

9 JUL 12 - 20h:00TERRA

A Polícia Civil de Mato Grosso indiciou 30 pessoas por suposto envolvimento em um esquema fraudulento que desviou mais de R$ 16 milhões da Conta Única do Estado do Mato Grosso. O inquérito produzido pela Delegacia Fazendária conta com mais de 1,8 mil páginas e foi encaminhado para a 14ª Promotoria Criminal Especializada na Defesa da Administração Pública e Ordem Tributária nesta segunda-feira. De acordo com a delegada Cleibe Aparecida de Paula, que presidiu o inquérito policial, todas as pessoas indiciadas foram beneficiadas de alguma forma, em maior ou menor proporção.

Outras 24 pessoas relacionadas na lista de 41 pessoas da Auditoria Geral do Estado não foram indiciadas por "ausência de indícios convergentes que os apontem como supostos autores das infrações penais ora investigada". Entre os supostos beneficiados, está a ex-coordenadora da Conta Única, Magda Mara Curvo Muniz, apontada como a principal articuladora do esquema, os terceirizados Edson Rodrigo Ferreira Gomes e Glaúcio Fabian Ota do Nascimento, e o servidor do setor financeiro da Secretaria de Estado de Fazenda, Paulo Alexandre França. Eles foram indiciados pelos crimes de peculato, inserção de dados falsos no sistema, subtração ou inutilização de livro ou documento e formação de quadrilha.

Segundo as investigações, Magda e os três servidores montaram uma lista de supostos credores do Estado (laranjas) e passaram a efetuar pagamentos nas contas bancárias dessas pessoas por meio de transferência da Conta Única, sem a devida comprovação de prestação de serviços ou qualquer outra atividade realizada. Os outros 26 indiciados responderão por vários crimes, como peculato e formação de quadrilha.
 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Felpuda

Procuradoria pede suspensão de liminar que interditou Parque Olímpico
POLO ESPORTIVO

Procuradoria pede suspensão de liminar que interditou Parque Olímpico

Thiago Martins se explica após ser criticado por dizer ser contra cotas
ATOR

Thiago Martins se explica após ser criticado por dizer ser contra cotas

FUTEBOL JÚNIOR

Internacional bate Botafogo-SP e é o primeiro semifinalista da Copinha

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião