Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

JULGAMENTO

Em MS, pistoleiro é condenado a <br>14 anos de prisão

Em MS, pistoleiro é condenado a <br>14 anos de prisão
17/03/2014 14:30 - TARYNE ZOTTINO


O pistoleiro Jacinto Ramom Cristaldo Ramirez, conhecido como Cabelo, foi condenado a 14 anos de prisão pelo assassinato do paraguaio Edison Patrício Nunez Sonorda, em Coronel Sapucaia (MS), em outubro de 2010. O julgamento aconteceu hoje (17), no Tribunal do Júri de Amambai, na sessão inaugural da Semana Nacional do Tribunal do Júri.

O Ministério Público Estadual (MPE/MS), por meio do promotor de Justiça Etéocles Dias Júnior, moveu ação penal contra o acusado por homicídio qualificado, uma vez que Jacinto, na companhia de uma terceira pessoa, na tarde de 23 de outubro de 2010, por volta das 12h, na linha internacional que divide as cidades de Coronel Sapucaia (MS) e Capitan Bado-PY, matou Edison Patrício Nunez Sonorda e o brasileiro Paulo Sérgio Alarcon.

As vítimas estavam em um Corolla, quando foram surpreendidos pelo denunciado e um comparsa, que estavam em uma motocicleta com pistolas 99 mm. Paulo morreu dentro do carro. Edison ainda conseguiu fugir para o lado brasileiro, mas foi alcançado pelos pistoleiros, que o executaram com pelo menos sete disparos. O homicídio do brasileiro está sendo investigado pelas autoridades do Paraguai.
 

Felpuda


As definições no que se relaciona aos nomes para a disputa eleitoral vêm ocorrendo aqui e acolá. Pré-candidato que sonha comandar cidade o interior poderá deixar de ver o seu sonho realizado. É que o dito-cujo terá de enfrentar as lembranças de rumoroso caso que se tornou escândalo depois da denúncia de uma servidora. Há quem garanta que é só a campanha começar para a história ser contada capítulo por capítulo. Afe!