Campo Grande - MS, sexta, 17 de agosto de 2018

Fórmula 1

Em crise, Ferrari demite diretor técnico

24 MAI 2011Por Gazeta Esportiva16h:50

Com uma distância enorme em relação às principais rivais Red Bull e McLaren na temporada 2011, a Ferrari iniciou sua reformulação dentro de sua equipe. Nesta terça-feira, o time italiano anunciou a saída do diretor técnico Aldo Costa, um dos principais nomes entre os poderosos na escuderia.

De acordo com a equipe, Aldo, que assumiu o cargo em 2007 (ano do último título da equipe com o finlandês Kimi Raikkonen), passará a ter "outras responsabilidades dentro da empresa". Em Barcelona, no último fim de semana, o presidente do Banco Santander, principal parceiro da Ferrari, cobrou duramente o chefe Stefano Domenicali nos boxes.

O cargo de Costa agora será ocupado por Pat Fry, contratado ano passado, vindo da rival McLaren. Corrado Lanzone será chefe de produção, enquanto Luca Marmorini continuará na direção de motor e eletrônica. O chefe de equipe, Domenicali, também permaneceu no cargo.

No Mundial de Construtores, 110 pontos separam a equipe de Maranello da líder Red Bull. O melhor resultado ferrarista na temporada foi um terceiro lugar, de Fernando Alonso, no Grande Prêmio da Turquia, no último dia 8.
 

Leia Também