Campo Grande - MS, quarta, 15 de agosto de 2018

'guerra injusta'

Em carta, Kadafi pede a Obama fim dos ataques à Líbia

6 ABR 2011Por Estadão14h:41

O líder líbio Muamar Kadafi pediu ao presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, que encerre as operações da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) na Líbia para proteger os oponentes de seu regime.

Em carta enviada por Kadafi a Obama, obtida pela Associated Press, o líder líbio implora ao presidente norte-americano que encerre o que chamou de "uma guerra injusta contra o pequeno povo de um país em desenvolvimento". Um funcionário do governo confirmou que os Estados Unidos acreditam que a desconexa carta de três páginas é autêntica.

Na carta, enviada hoje, Kadafi diz que seu país tem sido atingido mais moralmente do que fisicamente pela campanha da Otan e que uma sociedade democrática não deveria ser construída por meio de mísseis e aeronaves. Ele também repetiu suas afirmações de que o inimigo são membros da Al-Qaeda. Na carta, Kadafi se dirigiu a Obama como "nosso irmão" e disse que espera que ele seja reeleito em 2012. As informações são da Dow Jones.

Leia Também