Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

PORTAS ABERTAS

Em Brasília, prefeito recebe apoio de ministros para destravar a Capital

18 MAR 14 - 00h:00DA REDAÇÃO

Em visita a Brasília (DF), o prefeito de Campo Grande, Gilmar Olarte (PP), foi informado que a “paradeira” da cidade já é sabida até mesmo pelos ministros da presidente Dilma Rousseff. A troca de administrador na Capital de Mato Grosso do Sul, após a cassação de Alcides Bernal, é vista como uma possibilidade de retomar o crescimento da cidade, segundo reportagem na edição de hoje (18) do jornal Correio do Estado.

Ontem, Olarte esteve em Brasília, acompanhando a posse dos seis novos ministros de Dilma. O prefeito conversou com Gilberto Occhi, que assumiu a pasta de Cidades, e seu antecessor, Aguinaldo Ribeiro, ambos do PP, mesma sigla do administrador de Campo Grande.
“Conversamos e os dois deram apoio à Campo Grande, e ficamos de avançar nos projetos, que antes estavam emperrados”, afirmou Olarte, em entrevista por telefone ao Correio do Estado.

O prefeito ainda teve garantias de que vai ter as portas abertas em outros importantes Ministérios de Dilma. Em Brasília, Olarte recebeu apoio das pastas do Esporte, Cultura e Educação, e recebeu a recomendação de dar encaminhamento a novos projetos. A reportagem é de Vinícius Squinelo.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

SELIC

Taxa básica de juros cai para 5,5% ao ano

Selic está no menor nível desde o início da série histórica
Campo Grande tem 71 radares em operação; Veja locais
FISCALIZAÇÃO ELETRÔNICA

Campo Grande tem 71 radares em operação; Veja locais

Justiça nega liminar a advogados envolvidos em fraude milionária do Fies
VENDA DE VAGAS

Justiça nega liminar a advogados envolvidos em fraude milionária do Fies

Pagamento de dívidas é principal destino para saque do FGTS
SAQUE DO FGTS

Sul-mato-grossense quer usar R$ 500 para reformas e viagens

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião