CIDADES

Em 6 meses, multas aplicadas pela PM na Capital aumentam 137%

Em 6 meses, multas aplicadas pela PM na Capital aumentam 137%
17/07/2010 07:29 -


Vânya santos

A Companhia Independente de Polícia Militar de Trânsito (Ciptran) registrou aumento de 137% na quantidade de infrações aplicadas em Campo Grande nos primeiros seis meses deste ano. Conforme dados divulgados pela companhia, de primeiro de janeiro a 30 de junho de 2010 foram aplicadas 17.144 multas contra 7.234 no mesmo período do ano passado.
“O aumento é bastante expressivo porque o objetivo da Ciptran é a fiscalização mais rígida e, paralelo a isso, temos um trabalho de educação e conscientização no trânsito”, justificou o comandante da companhia, major Alírio Villassanti, esclarecendo que as notificações foram feitas pelo atual efetivo de aproximadamente 130 policiais.
Dados da Ciptran apontaram que a infração mais cometida por condutores nos primeiros seis meses de 2010 foi conduzir veículo sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou permissão, com 1.939 registros, seguido de Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo vencido (1.890), avançar sinal vermelho (1.873), dirigir falando ao celular (1.593), conduzir sem portar documento do veículo (1.445) e dirigir sem cinto de segurança (1.327). Durante o período foram aplicadas 303 multa por embriaguês.

Mortes
Já a quantidade de mortes ocorridas no local do acidente teve redução de 24%, de acordo com a companhia. De janeiro a junho deste ano foram registradas 22 mortes contra 29 no mesmo período de 2009.
Para o major Alírio, essa redução ocorreu em função da fiscalização rigorosa, principalmente nos locais onde a incidência de infração é maior, como nos altos da Avenida Afonso Pena, em algumas conveniências, postos de combustíveis e as principais vias de acesso a bairros, além de campanhas educativas. O comandante explicou que todos os locais foram apontados por estudo feito pela Ciptran. “As pessoas começam a perceber que o trânsito precisa ser utilizado de forma adequada”, explicou.

“Amarelinhos“
O índice de multas aplicadas por agentes municipais de trânsito, também conhecidos como “Amarelinhos”, aumentou 178% de janeiro a abril de 2010 se comparado com o mesmo período de 2009. Ao todo, foram registradas 21.156 notificações neste ano contra 7.603 no ano passado. Para o chefe do serviço de fiscalização da Agência Municipal de Transporte e Trânsito (Agetran), Carlos Gomes Guarini, o aumento no registro de multas se deve ao número de agentes que subiu de 15 para 41 (173%), já que servidores que atuavam nos terminais de transbordo foram transferidos para fiscalizar condutores.
smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".