CIDADES

Em 6 meses, 639 mulheres vítimas de violência

Em 6 meses, 639 mulheres vítimas de violência
05/08/2010 07:25 -


Clodoaldo Silva, De Brasília
karine cortez, da redação

Metade das 639 mulheres vítimas de violência doméstica em Mato Grosso do Sul no primeiro semestre deste ano tiveram como agressores seus companheiros, apanharam diariamente e dependem financeiramente de quem as espancam. A constatação é da Secretaria de Políticas para as Mulheres por meio da Central de Atendimento à Mulher – Ligue 180.
A titular da Delegacia de Atendimento à Mulher de Campo Grande, Lúcia Falcão, disse que além desses fatores, ainda existe a dependência emocional que mantém essas mulheres reféns dos companheiros. “Ela sofre as agressões, ele pede desculpas, diz que vai mudar, passa dias num ótimo relacionamento e a esposa acredita que isso é definitivo”, explicou Lúcia.
Das pessoas que entraram em contato com a Central de Atendimento à Mulher em todo o País, 14,7% disseram que a violência sofrida era exercida por ex-namorado ou ex-companheiro, 57,9% estão casadas ou em união estável e em 72,1% dos casos, as mulheres vivem junto com o agressor.
Em relação ao tipo de violência, a secretaria apontou que 319 mulheres sul-mato-grossenses (49,92%) foram agredidas fisicamente; 191 (29,89%) psicologicamente; 113 (17,68%) moralmente; sete sofreram agressões sexuais e nove patrimonial.
smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".