Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Ellen Page se assume lésbica em evento de direitos gays

16 FEV 14 - 02h:00pipocamoderna

A jovem atriz canadense Ellen Page, que ficou conhecido por seu papel de adolescente grávida no filme “Juno” (2007), assumiu neste sábado (15/2) que é lésbica, em um discurso emocionado, proferido durante uma conferência sobre os direitos dos homossexuais em Las Vegas, nos Estados Unidos.

“Estou aqui hoje porque sou homossexual”, ela disse, sob aplausos, no meio de seu longo discurso, suspirando como se tirasse um peso dos ombros. “Estou aqui porque talvez possa causar um efeito positivo. Ajudar outros para que sua vida seja mais fácil e esperançosa. Sinto que tenho uma obrigação pessoal e uma responsabilidade social em tudo isto”, declarou a atriz de 26 anos.

“Estou cansada de me esconder, de mentir por omissão. Sofri durante anos porque tinha medo de assumir. Mas aqui estou hoje, com todos vocês, do outro lado desta dor que me afetou mentalmente, espirtualmente e a minhas relações”, explicou a atriz. E acrescentou: “Estou aqui, uma atriz, representando, pelo menos em algum sentido, uma indústria que estabelece padrões esmagadores para todos nós. Padrões de beleza, do que é uma boa vida, de sucesso, de como se vestir e se portar. Padrões que, odeio admitir, me afetaram”.

Page ainda apontou durante a conferência em Las Vegas que lhe afetavam comentários de certas revistas sobre seu estilo esportivo de vestir. “Artigos que apontavam minhas fotos e diziam ‘Porque essa jovem insiste em se vestir como homem?’ Porque eu quero estar à vontade”, disse, arrancando aplausos. “Este tipo de estereotipação não ajuda a ninguém”.

“Merecemos receber amor completamente, igualmente, sem vergonha ou receio. Há muitos garotos sofrendo com bullying, rejeição e sendo mal-tratados apenas pelo que são. Muitos que largam a escola, que sofrem abusos, que acabam nas ruas, que se suicidam. Vocês podem mudar isso e estão mudando”, disse, dirigindo-se ao público da convenção. “Obrigado por me inspirarem, por me darem esperança e, por favor, continuem mudando o mundo para pessoas como eu”.

O discurso durou oito minutos e terminou com a atriz em lágrimas e sob aplausos. Suas declarações repercutiram nas redes sociais, com mensagens de apoio de diversos atores e atrizes de Hollywood, e rapidamente se tornaram o assunto mais falado do dia dos namorados nos EUA, levando a atriz Kate Mara (da série “House of Cards”) a lhe perguntar pelo Twitter se ela queria ser a companhia dela na data. Ao que Ellen respondeu: “Sim, por favor”.

O próximo filme da atriz a estrelar será a produção de super-heróis “X-Men: Dias de um Futuro Esquecido”, no qual ela retomará o papel da heroína Kitty Pryde, que estreia em 23 de maio no Brasil. E em seguida irá estrelar o primeiro papel de lésbica de sua carreira, no drama “Freeheld”, baseado num curta documental vencedor do Oscar. Na trama, ela lutará pelos direitos à pensão de sua parceira, vivida por Julianne Moore (“Carrie, a Estranha”).

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

SAÚDE

Bolsonaro será avaliado em Brasília pela equipe médica antes de viagem a NY

DOLEIRA

TRF-4 nega recursos da União para blindar R$ 43 mi de delatora da Lava Jato

BRASIL

Relatório da indicação de Aras à PGR deve ficar pronto até terça

INTERIOR

Suspeitos invadem fazenda e abatem vaca prenha

Funcionário encontrou apenas cabeça e vísceras do animal

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião