terça, 14 de agosto de 2018

união gay

Ellen Gracie vota a favor da união gay; soma 7 votos

5 MAI 2011Por folha17h:31

Em discurso breve, a ministra Ellen Gracie também votou a favor da equiparação da união homossexual à heterossexual, na tarde desta quinta-feira. A causa já tem a maioria dos votos favoráveis.

"Uma sociedade decente é uma sociedade que não humilha seus integrantes", afirmou a ministra durante seu voto que disse ser "integralmente favorável" ao do relator, o ministro Carlos Ayres Britto.

Para aprovação são necessários seis votos, mas três ministros ainda irão se manifestar. Os ministros também ainda podem pedir vista e mudar o voto. Portanto, a o resultado só será oficializado.

Antes dela, os ministros Ayres Britto, Luiz Fux, Cármem Lúcia, Ricardo Lewandowski, Joaquim Barbosa e Gilmar Mendes já haviam se manifestado favoravelmente.

Com exceção de Lewandowski e Mendes, que fizeram ressalvas em seus votos, os ministros votaram pela equiparação da união gay com aquela entre um homem e uma mulher, com os mesmos direitos e deveres -- sem nenhuma restrição. Na prática, esses votos viabilizam, por exemplo, para os homossexuais: pensão, herança, adoção e casamento.

Leia Também