Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Guarujá

'Ela foi tirar as crianças da água', diz marido de morta por raio

14 JAN 14 - 18h:00G1

A turista Rosângela Biavati, que morreu na tarde desta segunda-feira (13) depois de ser atingida por um raio em Guarujá, no litoral de São Paulo, estava chamando o filho para ir embora da praia justamente por conta do mau tempo quando recebeu a descarga elétrica. Um fotógrafo que estava na praia registrou uma sequência de imagens mostrando a turista sendo atingida pela descarga elétrica.

A vítima, de 36 anos, nasceu na cidade de Dois Vizinhos, no Paraná, e vivia em Ribeirão Pires, na Grande São Paulo, com o marido e o filho de 11 anos. A família tinha chegado à praia às 12h e, por volta das 15h, o tempo fechou rapidamente. Segundo o marido de Rosângela, ela havia ido chamar o filho e os sobrinhos, que estavam tomando banho de mar, para ir embora. Quando ela pisou no espelho d'água, porém, foi atingida pelo raio. “O tempo começou a fechar e a gente resolveu ir embora. Eu fui guardar as malas no carro, e as crianças ficaram na praia. Ela foi tirar as crianças da água e recebeu a descarga. Eu recebi um choque leve e ela ficou caída”, afirma Leandro Lopes Santos.

As fotos feitas pelo fotógrafo do jornal "A Tribuna" Rogério Soares mostram o momento em que a mulher entra na água e é atingida pelo raio. Depois, várias pessoas foram prestar socorro a ela, mas a descarga elétrica tinha sido muito forte. “Quando eu vi ela já estava estendida no chão e o pessoal já estava fazendo massagem para tentar reanimar”, afirma o irmão da vítima, Elias Biavati.

Ao todo, 13 pessoas da família estavam na praia. Parte delas era de Ribeirão Pires. Os outros eram moradores do Paraná. Apenas o marido da vítima estava fora d'água. Além do casal, uma outra mulher também sentiu o raio. “Uma outra irmã nossa estava próxima. Ela ficou com um hematoma no olho. Meu cunhado Leandro levou um choque também”, disse Biavati. “Eu não tenho nem o que falar. Foi uma fatalidade. Poderia ser eu, meu cunhado ou a própria criança que estava ali. Aconteceu com ela”, lamenta o marido da vítima.

O comerciante Arionaldo Garrido, que estava na praia, percebeu que havia algo de errado. “Nós tínhamos recolhido nossas mesas por causa da tempestade que estava vindo e vários raios caindo. Pouco depois ouvimos um grande estrondo e vimos várias pessoas correndo. Já sabíamos que havia tido alguma coisa ali.”

O climatologista Rodolfo Bonafim, da ONG Amigos da Água, diz que os raios são comuns nesta época do ano. “A incidência de raios agora, nesta época do ano, é muito maior que em outras épocas porque a umidade é maior, calor e umidade aumentam, e também porque a Baixada Santista é uma região banhada pelo Oceano Atlântico”, afirma Bonafim.

 
Turista estava de braços abertos caminhando em direção ao mar (Foto: Rogério Soares / Jornal A Tribuna )Fotógrafo captura a descarga elétrica caindo no mar (Foto: Rogério Soares / Jornal A Tribuna)
Banhistas socorrem a vítima na praia da Enseada, em Guarujá (Foto: Rogério Soares / Jornal A Tribuna)Mulher que estava acompanhando a vítima na praia se desespera com a cena (Foto: Rogério Soares  / Jornal A Tribuna)
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BR-262 deve receber reformas com investimento de R$ 22 milhões
EMENDAS

BR-262 deve receber reformas com investimento de R$ 22 milhões

Sucesso no Youtube, Nathalia Arcuri comanda "reality show" financeiro na tevê
TELEVISÃO

Sucesso no Youtube, Nathalia Arcuri comanda "reality show" financeiro na tevê

Filho de homem que roubou dinheiro de campanha morre em BH
JOÃO MIGUEL

Filho de homem que roubou dinheiro de campanha morre em BH

Câmara aprova dois projetos de amparo aos autistas
INCLUSÃO

Câmara aprova dois projetos de amparo aos autistas

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião