Domingo, 10 de Dezembro de 2017

POUPANÇA

Educação financeira na família começa cada vez mais cedo

13 JAN 2014Por DA REDAÇÃO00h:00

Trocar fralda, acordar de madrugada para dar mamadeira, encontrar uma boa escola e.... poupar, sim, poupar. A preocupação com o futuro financeiro dos filhos está cada vez mais inserida no “pacotão” de responsabilidades que envolve a missão de ser pai, segundo reportagem na edição de hoje do jornal Correio do Estado.

Educar financeiramente a criança e abrir uma conta de investimento futuro, antes mesmo dos primeiros passos do bebê, é realidade para as famílias e instituições financeiras, que estão atentas aos “promissores clientes”.

“Quando era criança, não tive muito essa noção de educação financeira, de poupar, então, agora a gente tenta passar para eles, pelo menos a gente ensina, né, e espera que eles aprendam e repitam quando ficarem adultos”, revela Jucélia Maria Barbosa, de 34 anos, sobre a preocupação que ela e o marido têm na hora de educar os filhos, Joane, de 4 anos, e Caique, de 8 anos. A reportagem é de Paula Vitorino.

Leia Também