ELEIÇÕES 2012

Edson Giroto terá quase metade do tempo de TV

Edson Giroto terá quase metade do tempo de TV
11/08/2012 09:30 - ROBERTA CÁCERES


A coligação “Mais Trabalho por Campo Grande” com chapa majoritária representada por Edson Giroto (PMDB) e vice-prefeito Dagoberto Nogueira (PDT) conta com mais 15 partidos nas chapas proporcionais. São eles: PSDC, DEM, PRTB, PTB, PRP, PSB, PSL, PSD, PRB, PPL, PSC, PTdoB, PR, PCdoB e PTC.

Em seguida, a coligação “Novo Tempo” tem 03’53’’08. Chapa majoritária representada pelo candidato a prefeito, deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB) e vice-prefeito Athayde Nery (PPS). Fazem parte da coligação também o PTN, PHS e PMN.

O candidato a prefeito pelo PP, deputado estadual Alcides Bernal, terá 03’01’’62. Em seguida, o vereador Marcelo Bluma (PV), com 01’51’’44. O candidato Sidney Melo do PSOL consta com 01’32’’73. E Suel Ferranti (PSTU) terá 01’25’’71 – horário adquirido por meio do tempo igualitário entre todos os partidos, de 01’25’’71.

Conforme a Legislação Eleitoral, As propagandas têm duração de 30 minutos. Sendo um terço – 10 minutos – divididos igualmente entre todos os candidatos, e dois terços – 20 minutos – do tempo dividido conforme o número de representantes de cada partido na Câmara dos Deputados.

Na reunião para distribuir o tempo de propaganda eleitoral, o juiz da 53ª Zona Eleitoral, Alexandre Corrêa Leite, explicou que a demora ocorreu por causa da atualização do sistema do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em que o Tribunal decidiu que o PSD – legenda recém fundada pelo prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, e ainda não disputou eleições – terá direito a tempo no horário eleitoral gratuito, no dia 28 de julho.

“Não podemos considerar como um atraso no calendário eleitoral, mas a demora foi devido ao novo partido (PSD) que também ganhou o direito de tempo de propaganda gratuita em decisão do Supremo Tribunal Federal”, afirmou o juiz sobre os 11 dias que restam para os candidatos fazerem as gravações para propaganda eleitoral, que tem início no dia 21 deste mês.

Vereadores
Na distribuição de tempo para os vereadores, a coligação “Mais Trabalho por Campo Grande” do Grupo I (PMDB e PR) ficou com 05’05’’80, Grupo II (PTB, PDT, DEM, PSB) com 04’02’’64, Grupo III (PPL, PSL, PRB, PTC, PRTB, PCdoB), com 01’51’’65, Grupo IV (PSC, PSD, PSDC) com 03’18’’20.

O PP ficou com 02’22’’06, O PSDB ficou com 02’50’’13, PSL com 00’53’’17, PTB (01’32’’93), PTN (00’46’’15), PT (04’09’’66), Coligação “Novo Tempo II” (PMN, PHS e PPS) com 01’09’’54. O PV com 01’11’’88, e PSTU (00’46’’15). O Tempo igualitário para vereadores é de 00’46’’15.

Leia mais no jornal Correio do Estado 

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".