Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

BANCO CENTRAL

Economia deve crescer 1,7% neste ano

Economia deve crescer 1,7% neste ano
05/03/2014 16:30 - agência brasil


A economia brasileira deve crescer 1,70% neste ano, de acordo com estimativa de instituições financeiras consultadas todas as semanas pelo Banco Central (BC), divulgada hoje (5). A projeção da semana passada para a expansão do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, era 1,67%. Para 2015, a projeção para o crescimento do PIB segue em 2%.

A estimativa para a expansão da produção industrial caiu de 1,87% para 1,80% em 2014, e permanece em 3% para 2015.

A projeção das instituições financeiras para a relação entre a dívida líquida do setor público e o PIB foi mantida em 34,7% neste ano, e em 35%, em 2015. A previsão para o superávit comercial (saldo de exportações menos importações) caiu de US$ 7,9 bilhões para US$ 7 bilhões neste ano, e baixou de US$ 10,5 bilhões para US$ 10 bilhões, no ano que vem.

A estimativa para o saldo negativo em transações correntes (registros de compra e venda de mercadorias e serviços do Brasil com o exterior) foi mantida em US$ 75 bilhões neste ano, e ajustada de US$ 67,8 bilhões para US$ 67,9 bilhões, em 2015.

A projeção para a cotação do dólar caiu de R$ 2,50 para R$ 2,49, em 2014, e permanece em R$ 2,55, no próximo ano. A expectativa das instituições financeiras para o investimento estrangeiro direto (recursos que vão para o setor produtivo do país) passou de US$ 58,8 bilhões para US$ 58 bilhões neste ano, e de US$ 57,3 bilhões para US$ 55 bilhões, em 2015.

Felpuda


As várias e várias mensagens que vêm sendo trocadas em grupos fechados, e para poucos, são de que algumas alianças poderão acontecer, mas mediante a troca de comando em alguns órgãos importantes. Seriam entendimentos para atender siglas de matizes bem diversos que vêm tentando criar dificuldades para vender facilidades. Se as negociações forem concretizadas, tornarão os caminhos sem muitas barreiras. A conferir.