Quinta, 21 de Junho de 2018

Beleza

É possível consertar

6 JUL 2010Por 20h:21
Gustavo Monteiro, Bolsa de Mulher

Pânico. Você gastou aquele suado dinheirinho tentando arrumar o cabelo ou embelezar as sobrancelhas e deu tudo errado. Em vez de se sentir bonita, a sensação é de derrota. Calma! O lado bom é que existem milhares de especialistas no ramo e certamente um deles poderá consertar um erro que parece insolúvel. Nesta matéria, vamos mostrar as alternativas para você recuperar a beleza aparentemente perdida.

Sobrancelhas
Elas são a moldura do olhar. Um pequeno deslize na hora de tirá-las e pronto, você passa a não reconhecer o próprio rosto. Se isso acontecer, a primeira orientação é: tenha calma. Os especialistas reforçam dizendo que o ideal para quem ficou com falhas é não mexer. Enquanto os pelos não crescem suficientemente para a correção, recorra à maquiagem. Em vez de lápis preto, prefira sombra marrom, que pode ser aplicada com um pincel fino (chanfrado).
Para quem tem falhas antigas o ideal é optar pela micropigmentação, que consiste em desenhar com tinta e aparelho especial cada fio em seu tamanho ideal. O procedimento é semelhante à tatuagem, mas nesse caso o pigmento vai saindo com tempo, daí a importância do retoque anual. Se bem feita, a micropigmentação dá um up no olhar e promove rejuvenescimento imediato.

Alisamentos e permanentes
A ditadura dos cabelos lisos teve seu auge há cerca de dois anos, quando as escovas progressivas viraram febre. Mas muitas adeptas caíram do cavalo. Procedimentos malfeitos ou a própria frequência do alisamento podem gerar porosidade excessiva, quebra e até a queda dos fios, provocando grandes falhas no couro cabeludo. Portanto, cuidado, o alisamento em excesso deixa o cabelo sem estrutura. A reconstrução endurece as fibras, preparando os cabelos para um novo alisamento, mas é preciso esperar cerca de um ano para garantir.
Você gastou dinheiro e suas melenas não ficaram lisas? O procedimento pode ser refeito, tomando-se vários cuidados, como a troca do produto ou a preparação adequada dos fios antes do tratamento.
 
Corte e coloração
Assim como as sobrancelhas são a moldura do olhar, os cabelos são as do rosto. Portanto, nada mais assustador que um corte ou uma coloração que não deram certo. O cabeleireiro errou a mão na tesoura? É recomendado quando não fica muito curto, o corte pode ser refeito sem problemas pelo mesmo profissional ou por outro de sua preferência – só que, nesse caso, é preciso pagar um novo corte. Já quando não há mais o que cortar, o megahair é a melhor opção.
Para não correr o risco, perca a vergonha de conversar com o seu cabeleireiro. Quanto mais específico for o pedido, menor a probabilidade de se cometerem erros.
Se a coloração não está do seu agrado, atenção. Os especialistas dão as dicas, dizendo que há algumas saídas. Mas se o cabelo estiver acabado, não se pode fazer nada antes de recuperá-lo. Se for muito descolorido mas o fio estiver bom, o ideal é usar um tonalizante sem amônia. Se ficou muito escuro, pode ser descolorido.

Procedimentos estéticos
Não só no cabeleireiro a coisa pode desandar. Na maca do estiticista ou mesmo do cirurgião plástico também é possível que algo dê errado. Os esteticistas explicam que, numa lipoaspiração malfeita, pode acontecer de ficarem pequenos buracos com gordura na paciente.
Esse problema é minimizado com procedimentos como a endermoterapia, sistema de vácuo e rolamento que favorece a eliminação de toxinas, retenção de líquido e renovação celular e a mesoterapia, microinjeções na derme e no subcutâneo de produtos alopáticos que têm a intenção de agir apenas no local onde a droga é injetada, favorecendo eliminação de celulites e gordura localizada.
Caso ocorra fibrose em decorrência de uma lipo malfeita, os tratamentos recomendados são o ultrassom e massagens modeladoras. Para preenchimentos labiais malsucedidos (um lado da boca maior que o outro), se o produto injetado for o ácido hialurônico, é possível equilibrar com mais aplicação. Agora, caso não seja possível harmonizar, é necessário esperar o produto ser absorvido pelo corpo, o que pode demorar até três anos.
Se você se submeteu ao laser e o resultado foi uma queimadura ou mancha, fique tranquila. O que às vezes ocorre é que o laser usado em tratamentos estéticos (depilação, para rejuvenescimento etc) pode acarretar em manchas na pele. O problema pode ser resolvido com peelings de ácido retinóico.

Leia Também