Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

Dupla é presa, em Corumbá, com carreta roubada

13 DEZ 2010Por DIÁRIO ONLINE11h:57

Duas pessoas foram presas e uma carreta – de distribuidora de bebidas de Corumbá – foi recuperada neste domingo, 12 de dezembro, durante ação conjunta das Polícias Civil e Militar. O caminhão, avaliado em R$ 290 mil, seria vendido na Bolívia. Toda a ação, do roubo do veículo em Campo Grande, até a tentativa de venda na fronteira boliviana teria sido comandada de dentro de um presídio da capital sul-mato-grossense.

Klaus Frederik Martinez Sanches, 23, foi preso conduzindo o veículo. Ele seria integrante de uma facção criminosa. A abordagem policial aconteceu no cruzamento das ruas América e Firmo de Matos, na área central corumbaense. Sanches ainda tentou fugir, mas foi capturado por uma equipe da Força Tática do 6º Batalhão da PM. O curioso é que ele tinha carteira de habilitação na categoria B (que permite, em linhas gerais, a condução de veículos de passeio), vencida desde 2007.

A prisão Klaus Frederik levou os policiais até Renata Freitas, 22. A mulher é apontada como o “apoio logístico” da quadrilha em Corumbá. Ela teria um relacionamento amoroso com o detento do Estabelecimento Penal, Jair Ferreira de Carvalho, de Campo Grande, mandante do crime. Renata esperava Klaus em um posto de combustíveis no bairro Dom Bosco, quando foi presa.

Ela ligou para o celular de Klaus, que já tinha sido capturado pela Polícia, marcando o local do encontro. Também pelo telefone, os policiais descobriram a ligação dele com uma facção do crime organizado. “O linguajar das mensagens recebidas nos fez chegar a essa conclusão”, explicou a delegada Priscila Anuda Quarti Vieira. Entre os recados estavam ameaças de morte à toda a família dele, caso não se comunicasse informando o andamento do roubo da carreta.

Klaus, que já tem passagem policial, foi autuado em flagrante por roubo e formação de quadrilha. Renata, que não tinha ficha na Polícia, foi indiciada, também em flagrante, pelo crime de formação de quadrilha. Ambos permanecem nas celas provisórias do 1º Distrito de Polícia Civil. Como houve prisões flagrantes, a delegada tem dez dias para concluir o inquérito e encaminhar para a Justiça.

O roubo no São Conrado

O caminhão, com um carregamento de bebidas avaliado em R$ 110 mil, foi roubado na madrugada do domingo, dia 12, no bairro São Conrado. O motorista da carreta estava em Campo Grande, para pegar o produto para a distribuidora corumbaense, e foi rendido em casa.

Ele passou mais de três horas em poder de três bandidos, um deles, Klaus Frederik. Junto com o caminhoneiro ainda foram feitos reféns a esposa, os dois filhos (4 e 5 anos) e um cunhado. O bando permaneceu no imóvel, ameaçando a família, das 02h até 05 horas da manhã.

Leia Também