Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

NOVA CHANCE

Dourados elege hoje novo prefeito após viver crise administrativa

6 FEV 2011Por Fábio Dorta00h:02

Mais de 139 mil douradenses vão às urnas neste domingo para escolher o novo prefeito da cidade. As eleições extemporâneas foram marcadas porque o prefeito Ari Artuzi (sem partido) e o vice-prefeito Carlinhos Cantor (PR) renunciaram aos cargos depois de serem presos na Operação Uragano da Polícia Federal.

Quatro candidatos estão na disputa. O favorito nas pesquisas é o ex-vice-governador Murilo Zauith (DEM). Ele é candidato da Coligação União por Dourados, formada por 15 partidos. Murilo é empresário do setor da educação e engenheiro civil. Foi deputado estadual por dois mandatos, deputado federal e vice-governador.

O candidato Geraldo Sales (PSDC) é cronista esportivo e funcionário público municipal. Também atua como líder comunitário. Foi candidato a vereador nas últimas eleições em 2008, mas não conseguiu se eleger, porque seu partido não fez legenda suficiente para conquistar uma vaga na Câmara Municipal.

Outro candidato é Genival Valeretto (PMN) da Coligação Mobilização Trabalhista, que conta ainda com PTN e PHS. Valeretto é professor universitário e também foi candidato em 2008 quando tentou uma vaga na Câmara Municipal, mas não conseguiu obter uma votação expressiva.

Completa a lista de candidatos ao cargo de prefeito o microempresário José Araújo (PSOL). Ele tenta a sorte pela segunda vez em uma eleição. Em 2004 foi candidato derrotado a vice-prefeito. Na época era filiado ao PRONA.

A eleição será realizada das 8h às 17h. Em seguida terá início a apuração que deverá terminar, conforme previsão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) por volta das 19h. O prefeito eleito tomará posse no dia 1º de março para um mandato tampão que terá duração de um ano e nove meses.
 

Leia Também