Sábado, 24 de Fevereiro de 2018

ANIVERSÁRIO

Dourados completa 75 anos e enfrenta crise institucional

20 DEZ 2010Por FÁBIO DORTA, DE DOURADOS00h:01

Fundado pelo paranaense Marcelino Pires e elevado à condição de município em 1935, Dourados completa hoje 75 anos consolidando a condição de segundo maior município de Mato Grosso do Sul, mas enfrentando a maior crise institucional de sua história por causa do escândalo de corrupção descoberto nas investigações da Operação Uragano da Polícia Federal.

Em menos de quatro meses a cidade viu prefeito, vice-prefeito e nove dos 12 vereadores serem presos. Hoje o município é administrado pela presidente da Câmara Municipal Délia Razuk (PMDB) que responde como prefeita interina. No próximo dia 6 de fevereiro serão realizadas novas eleições para os cargos de prefeito e vice depois que Ari Artuzi (sem partido) e Carlinhos Cantor (PR) renunciaram aos cargos.

Com cerca de 200 mil habitantes Dourados ainda tem no agronegócio, comércio e prestação de serviços as maiores fontes de arrecadação e geração de empregos. “Uma crise como esta sempre atrapalha, mas estamos otimistas em fechar o ano com ótimas vendas no comércio e também contabilizando a chegada de novas e grandes empresas”, afirmou Jorge Luiz de Souza, presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL).

Cidade Universitária

Nos últimos anos, o município também se tornou um importante pólo de ensino superior com quatro universidades (sendo duas públicas) e uma faculdade. Estima-se que cerca de 20 mil pessoas estejam fazendo cursos de graduação ou pós-graduação no município. Grande parte, vindos de outros municípios do Estado e também de fora de Mato Grosso do Sul.

Hoje Dourados sedia cursos considerados como os mais cobiçados pelos estudantes como Medicina, Odontologia, Agronomia e Engenharia Civil, entre outros. “Isso, aos poucos, vai mudar o perfil da cidade para melhor, formando mão-de-obra cada vez mais qualificada”, afirma Rubens Di Dio, um dos pró-reitores da Unigran, instituição de ensino superior com mais de 30 anos de existência.

Diariamente milhares de pessoas atravessam diariamente utilizando principalmente a Avenida Guaicurus, os 20 quilômetros que ligam o centro da cidade ao campus da Universidade Federal da Grande Dourados (Ufgd) e da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (Uems) que funcionam em um complexo chamado de Cidade Universitária.

Aeroporto e investidores

Mesmo vivendo uma crise política, o município atrai cada mais investidores. Um exemplo disso será a inauguração hoje das obras de reforma e ampliação ao Aeroporto Municipal. Foram investidos cerca de R$ 5 milhões pelo Governo do Estado na ampliação do receptivo e da pista, instalação de novos equipamentos e na construção de uma unidade de combate a incêndios, entre outras melhorias.

O município que tem hoje dois vôos diários ligando à Curitiba e São Paulo por meio da companhia aérea TRIP deverá ter a demanda aumentada consideravelmente depois da inauguração. “Outras companhias já demonstram interesse em operar em Dourados a partir do ano que vem”, afirmou o vice-governador Murilo Zauith, que coordenou pessoalmente a execução das obras.

O secretário municipal de Agricultura, Indústria e Comércio Maurício Peralta, afirma que a modernização do aeroporto e a ampliação das linhas aéreas para os grandes centros do país vão atrair novos investidores. “O potencial é enorme, Dourados hoje é o lidera uma região importante do Estado com 38 municípios e mais de 500 mil habitantes”, afirmou.

Programação

A programação oficial de comemoração ao aniversário da cidade será bastante extensa hoje. Começa as 7h com um encontro de seresteiros no salão da Catedral Imaculada Conceição. Ainda no período da manhã serão realizadas atividades culturais e cívicas na Praça Antonio João, além do corte de um bolo com 75 metros de cumprimento.

No período da tarde haverá a entrega de obras no distrito Indápolis às 14h e às 16h a inauguração da ampliação e modernização do Aeroporto Municipal. A comemoração será encerrada na Praça Antonio João, às 20h, com apresentação da Banda Lira Douradense, da Banda Musical Artilharia do Som e da Orquestra Jovem Moinho Cultural Sul Americano.

Leia Também