FLAMENGO

Dorival quer Love como exemplo a Ibson

Dorival quer Love como exemplo a Ibson
20/08/2012 11:29 - Terra


Quando Dorival Júnior chegou ao Flamengo, Vágner Love vivia um jejum de gols. O camisa 99 chegou a ficar oito partidas sem estufar as redes. Mas, nos últimos quatro jogos, o centroavante já marcou cinco vezes. O tempo virou e o técnico explica a mudança pelo comprometimento com o trabalho. Quer que Ibson, outro medalhão da equipe, siga o mesmo caminho.

"Se um jogador não se sentir incomodado com uma situação a ponto de querer mudá-la, não adianta nada. O Vágner tem trabalhado muito forte e, além disso, dado carrinho lá atrás, brigado pela bola. Nós não queremos jogador paradinho lá na frente. Jogador que briga e se dedica tem uma base melhor e as coisas voltam a acontecer", afirmou o treinador.

Love voltou a sorrir. Feliz e concentrado, os gols surgem mesmo em jogos em que as oportunidades não são tão claras, como contra o Vasco. O atacante teve apenas um rebote do goleiro Fernando Prass para marcar o seu. E não desperdiçou, definindo a vitória por 1 a 0 sobre o Vasco no Engenhão.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".