Domingo, 18 de Fevereiro de 2018

PISTOLAGEM

Dono de funerária é executado a tiros na fronteira do Paraguai

20 FEV 2011Por EDILSON JOSÉ ALVES/PONTA PORÃ00h:01

O empresário do ramo funerário José Dolores Boveda Godoy, de 49 anos, foi executado a tiros na noite de sexta-feira perto da linha divisória de Ponta Porã com Pedro Juan Caballero, no Paraguai. Ele conduzia um veículo Toyota no momento que foi interceptado por dois pistoleiros armados com pistolas e que ocupavam uma motocicleta.

Conforme as informações da Polícia Nacional do Paraguai, por volta das 20h30min., Godoy seguia pela avenida Brasil quando parou para atravessar a rodovia Ruta V, na linha de fronteira, foi surpreendido pelos dois pistoleiros que ocupavam uma motocicleta de cor escura e sem placa.

Os pistoleiros fizeram vários disparos em direção ao carro, sendo que oito tiros atingiram a vítima na cabeça, provocando sua morte de forma instantânea. A Polícia Nacional foi acionada, mas não conseguiu prender os acusados, que podem ter atravessado para o lado brasileiro da fronteira.

De acordo com a polícia, o empresário era proprietário de duas empresas funerárias em Pedro Juan Caballero. Testemunhas disseram que os tiros foram disparados por pistoleiros profissionais, o que faz os investigadores paraguaios a levantar a hipótese de se tratar de crime encomendado.

Leia Também