quarta, 18 de julho de 2018

tráfico

Domésticas são flagradas com entorpecente

11 JAN 2011Por karine cortez00h:00

As domésticas Juliana dos Santos Cardoso, 20 anos, e Gleice Alves de Arruda, 19 anos, foram presas por tráfico de drogas, na tarde de domingo, após serem flagradas pelo 7º Batalhão da Polícia Militar (PM) de Aquidauana com trouxinhas de maconha nas genitálias. A mulheres são "velhas conhecidas" da polícia, tendo passagens, inclusive, quando menores de idade. Elas entregariam a droga aos respectivos companheiros que estão presos no estabelecimento penal daquela cidade.

Juliana foi a primeira a chegar para a visita e, ao ser abordada pela autoridade policial, negou que estivesse portando droga, mas disse que a amiga Gleice havia introduzido entorpecente na genitália e levaria para companheiro que está detido. Ao ser abordada, Gleice negou que estivesse com droga, mas, ao ser revistada pela polícia, acabou confessando. As duas foram conduzidas pela PM até o Pronto-Socorro da cidade, onde seriam submetidas a exame de raio-x. No caminho, elas confessaram que haviam colocado drogas na genitália.

Depois do exame, Juliana retirou duas porções de maconha da vagina e disse que receberia R$ 100 para entregar o entorpecente ao seu companheiro que está preso. Já Gleice tinha na genitália uma porção de maconha e outra de pasta base de cocaína que, segundo ela, seriam entregues ao seu companheiro.

 Passagens
Quando menor de idade, Juliana respondeu pelo crime de furto. Gleice tem quatro passagens por furto, sendo uma delas quando adolescente. Ela também respondeu por receptação e roubo.

Leia Também