CIDADES

Dólar comercial recua 0,51% e fecha em R$ 1,76

Dólar comercial recua 0,51% e fecha em R$ 1,76
30/07/2010 08:28 -


SÃO PAULO

O mercado de câmbio se viu pressionado ontem, de um lado, pelo Banco Central e a perspectiva de que volte a atuar no mercado futuro de dólar e, do outro, pelas entradas de recursos das captações externas feitas por empresas brasileiras, que neste mês já beiram os US$ 5 bilhões.
O dólar comercial fechou as negociações no mercado interbancário de câmbio em baixa de 0,51%, cotado a R$ 1,761 - a taxa mínima registrada durante as transações foi de R$ 1,759 e a taxa máxima, R$ 1,769. Desde o começo do mês, o dólar acumula baixa de 2,38%; no ano, a variação é de alta de 1,03%.
smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".