terça, 17 de julho de 2018

Mercado externo

Dólar baixo ofusca valorização da carne exportada

25 NOV 2010Por Carlos Henrique Braga00h:01

O dólar fraco ofuscou a valorização da arroba do boi nas vendas ao mercado externo. O volume manteve-se estável em Mato Grosso do Sul, de janeiro a outubro, e o valor cresceu 25,9%, ou seja, pagou-se mais pela mesma quantidade de carne. Porém, na conversão para o real, os exportadores deram um "desconto" de R$ 100 milhões aos compradores.

As vendas nos primeiros dez meses deste ano somaram US$ 372,4 (carne desossada e in natura), contra US$ 295,7 milhões no ano passado, segundo o Ministério do Comércio Exterior. No período, a arroba cresceu perto dos 50% (da casa dos R$ 70 para os R$ 107) e, no sentido inverso, o dólar despencou.

Se as vendas de 2010 fossem feitas com o dólar a R$ 2,04, média de janeiro a outubro do ano anterior, o resultado seria de R$ 759,6 milhões, cifra R$ 100 milhões mais gorda do que com o dólar a R$ 1,77, média do mesmo período deste ano (R$ 659,1 milhões).

A carne negociada pesou 96,8 mil toneladas em 2010, ante 100 mil toneladas no ano anterior.

Leia Também