Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, quarta, 21 de novembro de 2018

Doença rara faz menina beber creme de leite e óleo diariamente

22 JUN 2012Por terra22h:00

Uma menina de nove anos tem de colocar azeite de oliva em tudo o que come e praticamente beber creme de leite devido a uma rara condição genética que faz com que o cérebro não receba nutrição suficiente de uma dieta normal. Amy Paterson, de Falkirk, na Escócia, consome três vezes mais gordura do que crianças de sua idade, e azeite de oliva e creme de leite na mesma quantidade que um adulto precisaria em um dia inteiro.

Segundo o jornal britânico Daily Mail, Amy vive uma vida normal, apesar de ser monitorada diariamente pelos pais em sua dieta de seis refeições por dia, somando quase 1,5 mil calorias. De um total de 100 pessoas diagnosticadas com a doença no mundo inteiro, 25 são do Reino Unido. A síndrome de deficiência de transportador tipo 1 de glicose (Glut1-DS), como é chamada, deixa o paciente "faminto" por energia por não conseguir transportar glicose ao cérebro da maneira correta.

Amy sofreu a primeira convulsão com apenas oito semanas de vida. Após ser diagnosticada com a doença e começar uma dieta especial, aos sete anos, a menina não teve mais crises. "É difícil, mas ela enfrenta a doença muito bem. Se um amigo da escola oferece a ela chocolate, o que ela adora mas não pode comer por ter muito açúcar, ela nega, pois sabe que pode ter uma convulsão", conta Allan Paterson, pai da menina. "Amy provavelmente terá de fazer essa dieta pelo resto da vida, a menos que um remédio seja desenvolvido para controlar a doença", completa.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também