Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Doações a Delúbio superam metade da multa e PT agradece militância

28 JAN 14 - 07h:00g1

A Executiva Nacional do PT divulgou nota oficial nesta segunda-feira (27) para agradecer a contribuição da militância do partido nas campanhas de arrecadação de recursos para pagar as multas impostas pelo Supremo Tribunal Federal (STF) aos quatro petistas condenados no julgamento do mensalão. Após a bem-sucedida campanha promovida pela família do ex-deputado José Genoino (PT-SP), o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares já obteve, em menos de uma semana, mais da metade do valor necessário para quitar a multa de R$ 466,8 mil.

O comunicado assinado pelos dirigentes petistas criticou a sentença imposta pelos ministros da Suprema Corte. Na visão da Executiva do PT, as multas aplicadas são “injustas e desproporcionais”.

“Queremos nos congratular com a militância que, solidariamente, vem contribuindo para pagar as multas, injustas e desproporcionais, impostas aos companheiros condenados na Ação Penal 470 do STF [processo do mensalão], diz a nota da direção petista.

As arrecadações para ajudar os condenados no mensalão começaram com a iniciativa da família do ex-deputado José Genoino (SP). Por meio de um site lançado em 9 de janeiro, foram arrecadados, em menos de duas semanas, R$ 761,9 mil para pagar os R$ 667,5 mil de multa determinados pela Justiça. Genoino foi condenado pelo Supremo a 6 anos e 11 meses de prisão, além do pagamento de multa.

Inspirados no caso de Genoíno, os petistas João Paulo Cunha, Delúbio Soares e José Dirceu também decidiram abrir sites na internet para arrecadar dinheiro.

Condenado a 10 anos e 10 meses de prisão, o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu terá que pagar R$ 676 mil. A Vara de Execuções Penais do Distrito Federal ainda precisa intimar o petista ao pagamento e corrigir o valor da multa com base na inflação.

O ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares já foi intimado pela Vara a pagar multa de R$ 466,8 mil. Até a última atualização desta reportagem, o ex-dirigente petista já havia arrecadado R$ 242,4 mil, mais da metade do valor necessário para pagar a multa.

O deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP) ainda não foi preso e a multa prevista na ocasião da condenação pelo STF era de R$ 370 mil, valor que ainda sofrerá alteração no momento da aplicação da pena.

Reeleição de Dilma
A nota da executiva petista também aponta como “objetivo inarredável” da sigla a reeleição da presidente Dilma Rousseff. “O Partido dos Trabalhadores inicia 2014 com um objetivo inarredável: a reeleição da presidenta Dilma Rousseff, para consolidar e fazer avançar o projeto de transformações econômicas, sociais, políticas e culturais, inaugurado com a vitória do presidente Lula em 2002”, diz a nota.

O texto também pede ampliação das alianças e dos vínculos com o movimento popular. “É necessário, agora e durante a campanha, estreitar os vínculos com o movimento sindical e popular; ampliar as alianças e fortalecer as relações com os partidos da base de sustentação ao governo; intensificar o diálogo, bem como apresentar um programa capaz de corresponder às aspirações, reivindicações, sonhos e expectativas de mudanças.”

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Deputada do PSL cria campanha para Bolsonaro não ir à ONU
POLÍTICA

Deputada do PSL cria campanha para Bolsonaro não ir à ONU

Produto vencido poderá <br>ser trocado por outro grátis
DIREITO DO CONSUMIDOR

Produto vencido poderá
ser trocado por outro grátis

Justiça de SP aceita denúncia contra seguranças por tortura de jovem
BRUTAL

Justiça de SP aceita denúncia contra seguranças por tortura de jovem

Campo Grande recebe evento sobre investimento de imigração nos EUA
INFORME PUBLICITÁRIO

Campo Grande recebe evento sobre investimento de imigração nos EUA

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião