sexta, 20 de julho de 2018

Dnit investe R$ 500 milhões em vias de MS

17 SET 2010Por 19h:13

O superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), Marcelo Miranda, rebateu a classificação da BR-163, do trecho entre Dourados a Cascavel (PR), entre as piores do Brasil, conforme levantamento anual feito pela Confederação Nacional do Transporte (CNT). Neste ano, estão sendo investidos cerca de R$ 500 milhões em obras em todas as vias federais.
“Não sei como está a situação no Paraná. A parte da BR que está em Mato Grosso do Sul vem recebendo investimentos para melhoria”, afirmou. A plataforma, que é de 7 metros, passará para 9 metros. “A rodovia não tem grandes aterros e acompanha o terreno. Para melhorá-la, vamos ampliar a largura e, por exemplo, se um bitrem parar, os outros veículos continuarão passando”, detalhou.
Outra rodovia importante do Estado é a BR-262, que está sendo restaurada entre Anastácio e Corumbá. “Ali teremos 12 metros de plataforma, sem degrau. O pior trecho está entre Água Clara e Três Lagoas e a previsão é de que haja obras no ano que vem”.
A BR-267 está com três empresas atuando, entre Nova Alvorada do Sul e Bataguassu. São R$ 200 milhões investidos para a construção de terceira faixa e recapeamento. A previsão é de que a intervenção termine em meados do ano que vem.
Na pesquisa divulgada anteontem pelo CNT indicou que de 2009 para 2010, as condições das rodovias federais e estaduais do Estado pioraram. Enquanto no ano passado, 12,1% dos trechos eram considerados péssimos ou ruins, neste ano o percentual passou para 21,1%. (ST)

Leia Também