Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Magistratura

Divulgado resultado da 1ª etapa de concurso para juiz

23 AGO 12 - 09h:45TJ/MS

A Comissão do 30º Concurso da Magistratura do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul divulgou, no Diário da Justiça desta quinta-feira (23), a relação dos candidatos habilitados na 1ª Etapa – Prova Objetiva do certame. Dos mais de 2.100 candidatos de todos os estados do país que realizaram a prova, 308 passaram para a próxima fase. Destes, dois são portadores de necessidades especiais.

Nesta primeira fase, após a análise dos recursos interpostos, foram anuladas as questões de número 11, 37 e 61. A questão 68 teve seu gabarito inicial alterado para a letra “B”. As questões anuladas foram atribuídas a todos os candidatos, computando-se a respectiva pontuação. Os demais recursos foram julgados improcedentes.

O concurso é composto por cinco etapas, sendo as duas primeiras realizadas pela PUC. A próxima etapa será composta de provas escritas e de sentença, de caráter eliminatório e classificatório. Na terceira etapa, com caráter eliminatório, os organizadores farão uma sindicância da vida pregressa, investigação social do candidato, exame de sanidade física e mental, além de exame psicotécnico. A quarta etapa será composta pela entrevista e pela prova oral e na quinta etapa serão avaliados os títulos apresentados. Todas as etapas serão realizadas em Campo Grande (MS).

São oferecidas 24 vagas para o cargo de juiz substituto, cuja remuneração inicial é de R$ 18.610,06. O prazo de validade do certame será de dois anos, contados da publicação da homologação do resultado final, prorrogável por igual período.

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

CORREIO DO ESTADO

Confira o editorial desta segunda-feira: "Obras e investimentos"

ARTIGO

Mateus Boldrine Abrita: "Desafio constante para eficiência na gestão pública"

Professor efetivo na Uems
OPINIÃO

André Marcos: "Fake news e o incêndio no Reichstag alemão"

Especialista em História do Brasil e Gestão Escolar

Felpuda

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião