Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, domingo, 16 de dezembro de 2018

LAGOA MAIOR

Divisão da ilha é natural, diz secretário municipal

4 MAR 2011Por RÁDIO CAÇULA00h:00

Preocupado em esclarecer a atual situação da Lagoa Maior, no que se refere à divisão da ilha que fica localizada no centro da lagoa, o secretário de Meio Ambiente, Mateus Arantes, esclarece que a divisão ocorrida não altera as condições ecológicas.

“O Meio Ambiente não sofreu nem sofrerá nenhum dano ocasionado em decorrência dessa divisão da ilha. Nossa equipe já esteve no local e vistoriou a área, certificando-se que tudo que está ocorrendo está dentro da normalidade”, explicou Mateus.

De acordo com o secretário, esse fato é considerado normal devido às condições do local e seu ecossistema.

“Três Lagoas está situada sobre o maior lago subterrâneo do planeta, o Sistema Aquífero Guarani. Assim como os rios subterrâneos, a água desse sistema facilmente vem à tona e transforma a paisagem onde está inserida. No caso da ilha da lagoa, com o tempo, a força da mobilidade da água conseguiu transpor a terra e provocou a rachadura no local, dividindo a ilha em blocos flutuantes”, explicou.

A Lagoa Maior, um dos principais cartões postais da cidade também serve de habitat natural para muitas espécies de peixes e de algumas aves, recebendo cuidados especiais por parte da Administração Municipal através da secretaria de Meio Ambiente.

Aliado ao trabalho da secretaria, a Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) está desenvolvendo uma planilha de monitoramento do manejo da Lagoa Maior, o que resultará em um estudo mais aprofundado da vida local, possibilitando a realização de ações mais específicas e eficazes.
 

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também