Campo Grande - MS, sábado, 18 de agosto de 2018

CASO DANDARA

Dívida de R$ 15 mil em drogas é motivo da execução

5 ABR 2011Por DA REDAÇÃO10h:11

Policiais da 5ª delegacia de polícia civil de Campo Grande que investigam o caso da jovem Dandara Silva Souza, de 21 anos, executada com 6 tiros no dia 14 de fevereiro deste ano, teve motivação por dívida de drogas feita pelo namorado, André Duarte Pires, de 22 anos. A polícia apresentou nesta manhã Wanderson Vieira Souza, contratado por Rodrigo Lima do Nascimento, de 22 anos, ex-namorado de Dandara e mandante do crime.

Segundo a polícia, André foi apresentado a Rodrigo pela própria Dandara e começou a comprar drogas com os homens que traficavam a comando de Rodrigo, que está na Máxima. Desde então, ele começou a fazer dívida de droga com o ex de Dandara, que chegou ao valor de R$ 15 mil.

André, que levou quatro tiros e conseguiu escapar com vida, relatou aos policiais que Wanderson esteve comandando a execução no dia do crime. Ele acusa o autor de tortura, por ter dado um tiro em sua mão antes de assassinar a namorada. 

Quatro pessoas estiveram envolvidas na ação. Segundo o delegado adjunto da Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) Piratininga, Devair Aparecido Francisco , um homem chamado Ricardo estava com o casal quando foram abordados por um outro em um corsa na Vila Nhanhá. Outros dois jovens estavam em uma moto. Ricardo teria sido usado pelos executores como isca para levar Dandara e André até o local do crime.  
 

Leia Também