segunda, 16 de julho de 2018

SENADO

Disputa acirrada mantém candidatos nas ruas

2 OUT 2010Por Fernanda Brigatti00h:55



Os dois últimos dias de campanha foram de caminhada para dois dos quatro candidatos ao Senado por Mato Grosso do Sul. Dagoberto Nogueira (PDT), candidato pela coligação A Força do Povo, e Murilo Zauith (DEM), da Amor, Trabalho e Fé, passaram o dia atrás de votos numa disputa acirrada para a segunda vaga de senador.
Tecnicamente empatados, segundo pesquisa Ibrape/Correio do Estado, os dois disputam voto a voto. Na tarde de ontem, Murilo fez caminhada em Campo Grande e distribuiu santinhos no cruzamento das ruas Dom Aquino e 14 de Julho. No fim do dia e à noite, estava prevista a participação dele em reuniões no Bairro Carandá Bosque. Hoje, Murilo estará em Dourados, onde encerra sua campanha e já permanece no município para a votação no domingo (3).
Dagoberto participou de uma carreata com o candidato majoritário da coligação, José Orcírio dos Santos (PT), iniciada no Bairro Maria Aparecida Pedrossian e encerrada nas Moreninhas, passando pelo Rita Vieira, Alburquerque e Universitário.
O senador Delcídio do Amaral (PT), candidato à reeleição, passou a sexta-feira em Brasília (DF). Segundo informações da assessoria de imprensa, ele retorna hoje a Campo Grande e segue para Corumbá, onde não estão previstas ações de campanha.
O deputado federal Waldemir Moka (PMDB) também não foi para a rua. Ontem e hoje, segundo seu comitê de campanha, ele realizaria apenas reuniões internas e contatos telefônicos.

Corrida
A disputa pela segunda vaga ao Senado em Mato Grosso do Sul será voto a voto. De acordo com a pesquisa Ibrape/Correio do Estado realizada entre os dias 27 e 29 de setembro, Delcídio do Amaral se reelegerá com larga distância na primeira colocação, com 62% dos votos. Ele se mantém na liderança, apesar de uma queda de quatro pontos percentuais em relação ao levantamento anterior, realizado entre 24 e 26 de setembro.
A ocupação da segunda vaga já não está tão definida. O vice-governador Murilo Zauith e os deputados Dagoberto Nogueira e Waldemir Moka estão tecnicamente empatados. A pesquisa Ibrape mostra Dagoberto com 38% das intenções de votos, seguido por Moka, com 37%, e Murilo, 35%. Brancos e nulos somam 6%. Para a decisão da segunda vaga, conquistar o voto dos 22% de eleitores indecisos será fundamental. Em relação à pesquisa anterior, os três candidatos que disputam a segunda vaga oscilaram dentro da margem de erro, de três pontos percentuais para mais ou para menos.

Leia Também