Disparos da polícia feriram 9 pessoas no tiroteio em NY

Disparos da polícia feriram 9 pessoas no tiroteio em NY
26/08/2012 06:00 - G1


Os disparos que feriram nove pessoas no tiroteio ocorrido na sexta-feira (24) em frente ao Empire State Building, em Manhattan, foram feitos pela polícia, disse o comissário de polícia de Nova York, Ray Kelly, segundo a emissora de TV "CNN".

Na sexta-feira, a polícia de Nova York havia admitido que tiros disparados por policiais poderiam ter ferido pedestres.

O tiroteio ocorreu depois que um ex-funcionário "descontente" matou um ex-colega de trabalho a tiros e foi morto por policiais, segundo as autoridades.

Os feridos, nenhum deles em estado grave, são 7 homens e 2 mulheres, todos adultos jovens, segundo Raymond Kelly, chefe de polícia.

De acordo com a polícia, há outros feridos que teriam se machucado na confusão, tentando fugir do local.

Questão de trabalho
Policiais afirmaram que o incidente foi causado aparentemente por uma rixa de trabalho.

O agressor foi identificado como Jeffrey Johnson, um homem de 56 anos, designer de acessórios femininos e morador da ilha de Manhattan, que havia sido demitido havia cerca de um ano da empresa Hazan Imports.

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".