Terça, 20 de Fevereiro de 2018

festa adiada

Dirigente gremista irrita-se com festa por Ronaldinho

8 JAN 2011Por Porto Alegre00h:00

A festa que estava sendo montada no Estádio Olímpico para recepcionar Ronaldinho Gaúcho, na tarde de ontem, foi adiada. O presidente do Grêmio, Paulo Odone, se irritou com a antecipação do evento e ordenou que retirassem todo o equipamento sonoro que estava sendo montado no local.

"Eu mandei tirar. Não sei para o que era, se tinha relação com o Ronaldinho mas mandei tirar", disse o mandatário, prometendo punir o responsável pelos preparativos.

A entrevista coletiva dada por Ronaldinho Gaúcho e seu empresário Assis, na última quinta-feira, no Rio de Janeiro, não trouxe nenhum elemento novo em relação ao clube em que o meia irá jogar neste ano. Entretanto, o Grêmio segue otimista para repatriar o craque, que já está liberado pelo Milan.

Desde que desembarcou no Brasil, na noite do último sábado, Ronaldinho já foi visto no Rio de Janeiro e em Florianópolis, mas nunca em Porto Alegre, sua cidade natal. O atleta está sendo disputado no Brasil, além do Grêmio, por Palmeiras e Flamengo, como confirmou Assis na última quinta-feira.

A ansiedade do Grêmio pela decisão do jogador é grande, e aumenta a cada dia que passa. O clube gaúcho já planeja uma comemoração grandiosa caso ele acerte o seu retorno ao estádio Olímpico.

Leia Também