Quarta, 21 de Fevereiro de 2018

Dirigente da Lotus Renault garante equipe entre líderes

12 DEZ 2010Por Paris, França04h:15

Dono da Lotus Group, que arrendou parte da Renault esta semana, Dany Bahar prometeu fazer a equipe lutar pelas primeiras posições na próxima temporada. Este, inclusive, é um dos argumentos dele para assumir de vez o nome da histórica escuderia, também pleiteado por Tony Fernandes e seu time.

“Respeito todos aqueles que têm a coragem de iniciar uma equipe do zero, mas acredito que o nome Lotus pertence ao pelotão de frente da Fórmula 1. Na história, este foi um sinônimo de sucesso e excelência na engenharia e acho que eles ainda demorarão a ter resultados compatíveis com a herança da Lotus. Já a Lotus Renault é capaz de fazer isso a partir de 2011”, comentou o dirigente.

“Vamos colocar o nome da Lotus onde ele merece estar, que é entre os times de ponta da Fórmula 1. Nosso objetivo é a imersão total, vamos estar completamente envolvidos. Para nós, corrida de carros é para competir e vencer, não apenas participar”, prometeu Bahar.

Apesar de ter experiências na Red Bull e na Ferrari, Bahar disse que vai abdicar do cargo de chefe da equipe em prol do atual dono da vaga, Eric Boullier.

“Dada a performance este ano, a estrutura realmente funcionou bem, então não há planos de mudar isso”, justificou ele.

Ele voltou a dizer que o russo Vitaly Petrov é o favorito a ficar com a segunda vaga do time, ao lado de Robert Kubica, mas o anúncio oficial só deve ser feito nos próximos dias. A única coisa que Bahar se recusou a dizer é quanto do time pertence a Lotus e quanto ao grupo financeiro Genii: “Se é 40, 50 ou 60%, isso não importa”.

Leia Também