Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

domingo, 17 de fevereiro de 2019 - 12h54min

Dirigente da Fórmula 1 diz que categoria não está em crise

17 MAR 10 - 07h:30
Cercada por grande expectativa, a temporada da Fórmula 1 começou com uma monótona vitória de Fernando Alonso no Grande Prêmio do Bahrein, situação que levou alguns chefes de equipe a cogitar mudanças no regulamento. Detentor dos direitos comerciais da categoria, Bernie Ecclestone pede calma. “Não há pânico, a Fórmula 1 não está em crise. Eu acho que não há nada que possamos fazer imediatamente e não devemos nos lançar em mudanças”, declarou o dirigente. Ecclestone admite estudar possíveis mudanças apenas na volta da categoria ao continente europeu. “Estamos envolvidos em quatro corridas com longas viagens. Então, vamos observar como as equipes se adaptam e ver isso depois da China”, argumentou o detentor dos direitos comerciais da categoria, que passa por Austrália, Malásia e China antes de desembarcar na Espanha. Para Ecclestone, a adaptação das equipes às mudanças no regulamento da Fórmula 1 pode explicar a falta de emoção no Bahrein. “A primeira corrida com as novas regras é sempre de aprendizado. Agora, eles sabem que podem melhorar e ser um pouco mais incisivos para que tenhamos mais ação”, teorizou. Uma das alternativas propostas para tentar aumentar a emoção nas corridas é obrigar os pilotos a fazer dois pit stops, ideia questionada por Ecclestone. “Eu tive um encontro com as equipes e tentei explicar que o nosso negócio é fazer corridas e entreter o público. Não é jogar contra computadores e ser mais rápido em uma volta”, encerrou.
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

PREÇOS DOS COMBUSTÍVEIS

Após três quedas seguidas, gasolina volta a subir em Campo Grande

Etanol apresentou redução e diesel ficou estável, segundo ANP
Candidatos chegam mais cedo por preocupação com mudança no horário
CONCURSO PÚBLICO

Candidatos chegam mais cedo por preocupação com horário

Em janeiro, 490 empresas foram abertas em Mato Grosso do Sul
ECONOMIA REGIONAL

Em janeiro, 490 empresas foram abertas em Mato Grosso do Sul

Em MS, 12 escolas estaduais oferecerão aulas em tempo integral
ENSINO MÉDIO

Em MS, 12 escolas oferecerão aulas em tempo integral

Mais Lidas