Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Assine a Newsletter

Dirigente confia no potencial de Schumacher

2 MAR 10 - 06h:45
Michael Schumacher já ganhou sete títulos de Fórmula 1. Ninguém venceu mais vezes que o alemão. Porém, no alto de seus 41 anos, o novo piloto da Mercedes GP ainda gera desconfiança, já que ficou três anos parado. Porém, o chefe de equipe da escuderia alemã, Ross Brawn, afirma que Schumi é o mesmo piloto competitivo dos tempos de Ferrari. “Ele está muito perto daquilo que eu me lembro. Obviamente ele parou porque estava cansado da Fórmula 1, mas isso já passou. Ele está apaixonado por corridas novamente e trabalhando muito duro junto com o Nico (Rosberg, outro piloto do time) para aperfeiçoar o carro. Do mesmo jeito quando ele partiu (da F-1)”, afirmou Brawn. No ano passado, Schumacher era um dos cotados para substituir o brasileiro Felipe Massa na Ferrari, mas não pôde ocupar a vaga por estar com um problema no pescoço, decorrente de um acidente de moto. Bem fisicamente, o heptacampeão alemão está apenas readquirindo o ritmo. “Ele está 100%. Você nunca sabe completamente, pois não podemos testar os dois pilotos no mesmo dia, com o mesmo carro, mas eu estou certo que ele achará seu melhor no momento certo. É o natural”, constatou Brawn. “Michael não será o problema. Temos que deixar o carro um pouco melhor”, garantiu.
Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

FUSÃO

Cade aprova aquisição de parte da Embraer pela Boeing

Autoridades identificam outras sete vítimas do acidente que matou Kobe Bryant
ASTRO DO BASQUETE

Autoridades identificam outras sete vítimas do acidente que matou Kobe Bryant

ALERTA

Anvisa só inspeciona aviões da China quando suspeita de coronavírus é notificada

Roberta D'Albuquerque: "Não chore não"
COMPORTAMENTO

Roberta D'Albuquerque: "Não chore não"

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião