Domingo, 10 de Dezembro de 2017

CASO BERNAL

Diretoria da OAB/MS pede que
CNJ apure guerra de liminares

30 DEZ 2013Por TARYNE ZOTTINO16h:30

Depois da nota oficial assinada pela presidência da Ordem dos Advogados do Brasil, seccional de Mato Grosso do Sul (OAB/MS), afirmando que a instituição não ia discutir a “guerra de liminares” no julgamento do pedido de cassação do prefeito Alcides Bernal (PP), a diretoria da Ordem se manifestou de outra forma e pediu que o assunto seja apurado pela Conselho Nacional de Justiça (CNJ).

O pedido de providência, que foi protocolado eletronicamente nesta segunda-feira (30) e cobra que seja instaurado processo administrativo para a apuração dos fatos, é assinado por André Luis Xavier Machado, vice-presidente da OAB/MS; Denner de Barros Mascarenhas Barbosa, secretário-geral; Jully Heyder da Cunha Souza, secretário-geral adjunto; e Jayme da Silva Neves Neto, diretor tesoureiro da OAB/MS.
 

Leia Também