sábado, 21 de julho de 2018

POLÊMICA

Diretora de empresa aérea presta depoimento sobre tráfico de influência

9 NOV 2010Por G107h:15

A diretora da empresa Master Top Linhas Aéreas (MTA), Tatiana Blanco, prestou depoimento nessa segunda-feira na Polícia Federal, em Brasília, na investigação que apura suposto esquema de tráfico de influência na Casa Civil.

A empresa teria sido beneficiada em contratos com os Correios por intermédio de Israel Guerra, filho da ex-ministra Erenice Guerra, em troca de pagamento de propina, segundo reportagens publicadas pela revista "Veja". A ex-ministra, o filho dela e a empresa já negaram envolvimento com as supostas irregularidades.

Segundo a assessoria da Polícia Federal, o depoimento durou cerca de uma hora e meia. Tatiana saiu às 17h30 da Superintendência da Polícia Federal sem falar com a imprensa. O advogado da diretora, Délio Lins, também não quis se pronunciar a respeito do depoimento e da investigação.

O ex-diretor de Operações dos Correios coronel Eduardo Arthur Rodrigues da Silva relatou em depoimento à Polícia Federal, em outubro, que os Correios mudaram os critérios exigidos para o transporte de cargas, de forma extraordinária, beneficiando a MTA.

A denúncia do suposto esquema de tráfico de influência no ministério levou à queda da ministra Erenice Guerra. Ela entregou o cargo em 16 de setembro, após denúncia envolvendo seu filho e servidores da Casa Civil.

A MTA divulgou uma nota, em setembro, logo após as denúncias envolvendo a empresa, negando participação no suposto esquema de lobby no ministério. “A empresa Master Top Linhas Aéreas S/A nunca teve qualquer tipo de relação comercial ou negocial com o Senhor Israel Guerra, tampouco com a ministra-chefe da Casa Civil, senhora Erenice Guerra”, dizia a nota.
 

Leia Também