Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

amanhã

Dirceu será ouvido por juiz da Vara de Execuções

24 FEV 14 - 00h:00folhapress

A Vara de Execuções Penais do Distrito Federal marcou para  terça-feira (25) uma audiência com o ex-ministro José Dirceu. A assessoria do Tribunal de Justiça não confirma o motivo da agenda, mas a oitiva deve ser relativa às investigações para determinar se o condenado usou um celular de dentro do presídio da Papuda no dia 6 de janeiro.

A audiência será realizada por meio de vídeoconferência. Assim, Dirceu não precisará deixar o presídio da Papuda para ser ouvido pela Justiça.

A suspeita de que Dirceu usou um celular dentro da cadeia para falar com o secretário da Indústria, Comércio e Mineração da Bahia, James Correia, prejudicou a análise do pedido que o condenado fez para trabalhar fora da Papuda e abriu mais uma frente de conflito entre o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), Joaquim Barbosa e o ministro Ricardo Lewandowski.

Devido às investigações a Vara de Execuções Penais suspendeu a análise do pedido e, durante o recesso do Judiciário, a defesa de Dirceu pediu ao então presidente em exercício do Supremo Ricardo Lewandowski para que o processo seguisse tramitando.

Lewandowski atendeu ao pedido e determinou que a Vara de Execuções continuasse analisando a oferta de trabalho externo de Dirceu. Na semana passada, no entanto, Barbosa, mesmo sem ser provocado, revogou a decisão do colega e manteve a tramitação suspensa.

Celular
Segundo James Correia, a conversa com Dirceu aconteceu por meio do celular de um amigo que visitava o ex-ministro no presídio. Correia é empresário na área de gás e petróleo, na qual Dirceu atuava como consultor. Ele contou que o amigo estava disposto e animado por trabalhar na biblioteca do presídio. "Ele está fazendo o que gosta", disse, na ocasião.

De acordo com a Lei de Execuções Penais, utilizar aparelho telefônico dentro de presídios "que permita a comunicação com outros presos ou com o ambiente externo" é considerado falta grave e pode causar a suspensão ou restrição de direitos, isolamento na própria cela e a inclusão no regime disciplinar diferenciado.

Na ocasião, o advogado de Dirceu, José Luis Oliveira Lima, negou, em nota, que o ex-ministro tenha conversado por celular na Papuda. "José Dirceu nega enfaticamente que tenha conversado por telefone celular na semana passada com James Correia, secretário da Indústria, Comércio e Mineração do governo da Bahia", diz o texto.

Dirceu foi condenado e já começou a cumprir sua pena de 7 anos e 11 meses por corrupção, em regime semiaberto. Ele questiona a sua condenação por formação de quadrilha, que lhe deu 2 anos e 11 meses de cadeia, e entrou com recurso no STF (Supremo Tribunal Federal). O julgamento do chamado embargo infringente deve ser concluído em abril. 

Esse artigo foi útil para você?
Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

BRASIL

Fortaleza: Bombeiros buscam sobreviventes em prédio que ruiu; uma pessoa morreu

ECONOMIA

Pan, BMG e Bradesco lideram ranking de reclamações contra bancos do BC

ECONOMIA

Superintendência do Cade decide arquivar inquérito contra bandeiras de cartões

BRASIL

Quadrilha desviava cartões de crédito remetidos pelos Correios

Mais Lidas

Gostaria-mos de saber a sua opinião