Segunda, 19 de Fevereiro de 2018

ESCÂNDALO DO MENSALÃO

Dirceu diz que não pode nem deve participar do Governo Dilma

31 OUT 2010Por Edivaldo Bitencourt11h:09

O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu afirmou, ao votar neste domingo em São Paulo, que não pode nem deve participar do eventual Governo Dilma Roussef (PT), caso se confirme a vitória da petista nas urnas. “Não posso, não quero e não devo”, afirmou, em entrevista à Folhaonline.

"[Participação] no governo? Nenhum. Sou dirigente do PT", afirmou. Também negou ter pedido cargo na coordenação da campanha de Dilma. “Sei qual é o meu lugar no Brasil. Sei que devo contas à Justiça”, justificou-se.

Um dos primeiros a chegar, às 8h05, o petista dispensou a "blindagem" que usou no primeiro turno. Na ocasião, entrou por uma porta lateral da universidade particular que abriga sua zona eleitoral. Sem enfrentar fila e chuva, evitou um déjà-vu de 2006, quando foi rotulado de "bandido" por eleitores e virou alvo de uma nova modalidade de protesto: arremesso de pastéis.

Defender-se das acusações no STF (Supremo Tribunal Federal) é prioridade de Dirceu em 2011. "Agora quero ser julgado. Fui pré-julgado, linchado", afirmou. Se a vida política está descartada por ora, ele disse que a história pode mudar se "for absolvido".

Leia Também