Quarta, 13 de Dezembro de 2017

Dirceu, Delúbio e João Paulo também vão pedir doações

21 JAN 2014Por g107h:00

Inspirados pelo exemplo do ex-deputado José Genoino (PT-SP), que conseguiu pagar com doações a multa de R$ 667,5 mil imposta pelo Supremo Tribunal Federal no julgamento do mensalão, os petistas João Paulo Cunha, Delúbio Soares e José Dirceu também vão abrir sites na internet para arrecadar dinheiro. De acordo com o coordenador do setorial jurídico do PT, Marco Aurélio Carvalho, os portais estão sendo criados pelas famílias dos três condenados e contam com o apoio do partido.

“Esses sites foram organizados pela família de cada um dos condenados e o PT apoia. A verba do fundo partidário não pode, por lei, ser usada para isso. Então, o PT vai acionar da militância para que, de forma solidária, participe dessa campanha”, afirmou.

Condenado a 10 e 10 meses de prisão, o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu terá que pagar 260 dias-multa no valor de 10 salários mínimos (no montante vigente à época do crime, de R$ 260), o que dá R$ 676 mil. O valor ainda vai aumentar porque será atualizado com base na inflação quando a Vara de Execuções Penais do Distrito Federal intimar o petista, o que ainda não ocorreu.

O ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares já foi intimado pela Vara a pagar multa de R$ 466,8 mil. O deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP) ainda não foi preso e a multa prevista na ocasião da condenação pelo STF era de R$ 370 mil, valor que ainda sofrerá alteração no momento da aplicação da pena.

Para o coordenador do setorial jurídico do PT, as campanhas na internet para obter os recursos serão “um sucesso”.

“Essa rede de solidariedade será ampliada e vai dar sustento. Vai ser um sucesso como a do Genoino. A solidariedade entre os companheiros é um valor que nos diferencia de tantos outros partidos. É uma marca importante que o PT tem. A gente chega ao final da campanha de Genoino com a compreensão de que a militância ajudou”, disse Marco Aurélio Carvalho

Leia Também