Diplomata iraniano é gravemente ferido por atiradores

Diplomata iraniano é gravemente ferido por atiradores
19/01/2014 07:00 - Folhapress


Um diplomata iraniano foi gravemente ferido hoje após ser baleado por homens armados na saída da casa do embaixador em Sanaa, no Iêmen. Segundo a Chancelaria da República Islâmica, ele foi vítima de uma tentativa de sequestro.

Autoridades locais afirmam que o representante foi atingindo por atiradores que estavam em uma camionete e dispararam três vezes. Segundo membros da equipe médica que o socorreu, ele foi atingido nas costas, no abdômen e no estômago.

Algumas fontes ouvidas pelas agências de notícias France Presse e Associated Press afirmam que o diplomata morreu, o que não foi confirmado por Teerã. Os atiradores fugiram, e não houve reivindicação imediata de responsabilidade. O embaixador não estava no carro no momento do ataque.

O Irã é o principal país muçulmano xiita no Oriente Médio e, suas representações diplomáticas no mundo árabe têm sido ocasionalmente alvo diante do aumento da violência na região. O Iêmen é berço da Al Qaeda na Península Arábica, braço mais violento da rede terrorista sunita. 

smaple image

Fique por dentro

Fique sempre bem informado com as notícias mais importantes do MS, do Brasil e do mundo, direto no seu e-mail.

Quero Receber

Felpuda


Princípio de "rebelião" política no interior de MS, fomentada por grupo interessado em tomar o poder, não prosperou. Quem deveria assumir o "comando da refrega", descobriu que, além da matemática ser ciência exata, há "prova dos nove". Explica-se: é segunda suplente, pois não conseguiu votos necessários nas últimas eleições, mas assumiu o cargo porque a titular licenciou-se, assim como o primeiro suplente. Caso contrarie a cúpula, seria aplicada a tal prova e, assim, "noves fora, nada".