Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

Campo Grande - MS, terça, 20 de novembro de 2018

semifinal

Diogo Silva vence no taekwondo e avança

9 AGO 2012Por globoesporte.com11h:39

O brasileiro Diogo Silva passou pelo jordaniano Mohammad Abdulibdeh nas quartas de final e avançou à semifinal do taekwondo nas Olimpíadas de Londres 2012, na categoria até 68kg. Foi mais uma vitória difícil - o paulista começou em desvantagem, virou no segundo período e por pouco não levou uma virada no último round - mas Diogo saiu com um 7 a 5 e está a uma vitória do sonhado pódio olímpico. Seu próximo adversário sai do duelo entre o iraniano Mohammed Bagheri Motamed, atual vice-campeão mundial, e o afegão Rohullah Nikpah, sétimo cabeça de chave.

Abulibdeh não perdeu tempo em atacar Diogo, logo no comando de início de combate pelo árbitro, mas o brasileiro estava ligado. Ele defendeu o quanto pôde nos primeiros segundos. O jordaniano acertou um chute lateral com cerca de 30s de luta para conquistar o primeiro ponto. Nos segundos finais do período, Diogo levou um golpe baixo, chute na virilha, que o levou ao chão. Ele recebeu alguns segundos de atendimento médico, e o árbitro deu um kyongo (punição de meio-ponto) contra Abdulibdeh.

Diogo deu o troco logo no início do segundo período, pontuando também com um golpe lateral. Um chute rodado do brasileiro lhe deu dois pontos e uma vantagem de 3 a 1 no combate. O jordaniano foi castigado por lesões no segundo round, por conta de tostões e golpes do paulista que acabaram acertando sua perna. A 39s do fim, Abdulibdeh enfim pediu um tempo médico para ser atendido. Na volta, Diogo deu vários golpes, mas apenas um acertou em cheio o colete e lhe deu mais um ponto, abrindo 4 a 1 no placar.

O brasileiro ficou mais na defesa no terceiro e último período. Diogo chegou a levar um kyongo por evitar o combate, mas seguiu mandando na luta. Pouco depois, foi o jordaniano quem levou novo kyongo e somou mais um ponto a favor de Diogo. Desesperado, Abdulibdeh passou a buscar os golpes na cabeça para se recuperar. Um deles acertou de raspão e, após pedido de revisão em vídeo pelo técnico jordaniano, três pontos foram assinalados para ele, diminuindo a diferença para 5 a 4.

Logo após a pontuação, porém, Abdulibdeh levou dois kyongos seguidos, e Diogo somou 6 a 4. Ao solicitar uma revisão em vídeo que interrompeu a luta, ato não permitido, o jordaniano perdeu mais um ponto. A partir daí, Diogo só precisou correr. Perdeu mais um ponto, mas venceu.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também