Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

CONDOLÊNCIAS

Dilma Rousseff lamenta a morte do jornalista Reali Júnior

Dilma Rousseff lamenta a morte do jornalista Reali Júnior
10/04/2011 09:41 - AGÊNCIA BRASIL


A presidente Dilma Rousseff lamentou, por meio de nota oficial, a morte do jornalista Elpídio Reali Júnior, ocorrida ontem (9) em São Paulo. Reali Jr. morreu de enfarte aos 71 anos. Durante 38 anos ele foi correspondente da Rádio Jovem Pan em Paris.

“A imprensa brasileira perdeu um de seus nomes mais emblemáticos com a morte de Elpído Reali Jr. Seus anos como correspondente de veículos de comunicação brasileiros em Paris foram marcados por grandes reportagens. Mais do que um repórter talentoso, o país perde um ilustre brasileiro. A seus parentes, amigos e admiradores envio meu sentimento de pesar e meu abraço fraternal”, diz a nota.

Felpuda


Em uma das eleições em MS, candidato já oficializado na convenção corria o trecho para conquistar os eleitores. Mal sabia, porém, que time do seu partido e de aliados estava tramando sua derrubada para emplacar substituto que teria mais votos. Por muito pouco, o dito-cujo não foi guilhotinado, conseguindo salvar o pescoço. Agora tudo indica que o mesmo processo estaria em andamento e seria mais fácil, pois a “vítima” desta vez ainda é só pré-candidato. Dizem que a “turma da trairagem” tem know-now no assunto.