quinta, 19 de julho de 2018

VISITA À ARGENTINA

Dilma recebe lenço das mães de Maio

31 JAN 2011Por G116h:14

A presidente Dilma Rousseff se reuniu às 15h30 desta segunda-feira (31), na Argentina, com as mães e avós da Praça de Maio, mulheres que perderam os filhos e netos na ditadura argentina. O encontro foi na Casa Rosada, sede do goveno do país.

Aplaudida de pé, Dilma recebeu um lenço branco, símbolo do grupo de senhoras que luta há 33 anos para esclarecer a morte dos filhos e encontrar netos que foram adotados ilegalmente durante o regime autoritário.

Depois de cumprimentá-las, Dilma acenou, ao lado da presidente argentina, Cristina Kirchner, do balcão da Casa Rosada. A presidente brasileira foi recebida por populares com gritos de “Dilma, Dilma”.

A reunião com as mães e avós da Praça de Maio é simbólico porque Dilma lutou contra a ditadura militar no Brasil e chegou a ser torturada. Emocionadas com o encontro, as mães e avós da Praça de Maio deram longos abraços na presidente. A presidente das Avós da Praça de Maio, Estela de Carlotto, ficou encarregada de entregar o lenço a Dilma.

Não nos cabe a menor dúvida de que a presidente Dilma buscará a verdade da justiça e da memória. Vai buscar a verdade de uma história de opressão da ditadura. Queremos saber quantas são as vítimas da ditadura no Brasil"Estela de Carlotto, presidente das Avós da Praça de MaioAo G1, Estela disse, neste domingo, esperar que a presidente brasileira batalhe para esclarecer as circunstâncias das mortes de militantes brasileiros nas décadas de 60 e 70. Para ela, a “memória da ditadura” é essencial para evitar o retorno de formas opressivas de governo.

“Não nos cabe a menor dúvida de que a presidente Dilma buscará a verdade da justiça e da memória. Vai buscar a verdade de uma história de opressão da ditadura. Queremos saber quantas são as vítimas da ditadura no Brasil”, afirmou.

Leia Também