Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

ORÇAMENTO

Dilma reage às críticas recebidas aos cortes

2 MAR 11 - 00h:00ESTADÃO

A presidente Dilma Rousseff reagiu ontem, em Salvador, às críticas recebidas ao corte de R$ 50 bilhões no Orçamento e disse que fará de tudo para manter a inflação sob controle e acelerar o crescimento econômico. "Nós não teremos contemplação com a inflação", insistiu ela. "A inflação é como um câncer, que corrói o tecido econômico e social", acrescentou.

Ao participar da cerimônia de anúncio do Terminal de Regaseificação da Bahia, obra do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) que terá recursos de US$ 706 milhões, Dilma disse não ver contradição entre os investimentos programados e a tesourada nos gastos. A uma plateia composta por empresários e políticos, ela lembrou que, naquinta-feira, anunciará até mesmo a prorrogação do Programa de Sustentação do Investimento.

"Não é contradição com o nosso corte de despesas. Nós estamos cortando o custeio administrativo, não estamos cortando os investimentos", afirmou a presidente. Em nenhum momento de seu discurso Dilma mencionou o programa Minha Casa, Minha Vida, que sofreu corte de R$ 5,1 bilhões.

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Argentina, Chile, Uruguai e Paraguai terão candidatura unificada para Copa
2030

Países terão candidatura unificada para Copa

Frango assado caprese é fácil de fazer e fica uma delícia
JANTAR

Frango assado caprese é fácil de fazer e fica uma delícia

OAB vai entrar com ação para impedir obra da Sanesul às margens de rio
AUDIÊNCIA PÚBLICA

OAB vai entrar com ação para impedir obra da Sanesul às margens de rio

Juiz da infância de Dourados é promovido a desembargador do TJMS
PROMOÇÃO

Juiz da infância de Dourados é promovido a desembargador

Mais Lidas