Fale conosco no WhatsApp

Por sua segurança, coloque seu nome e número de celular para contatar um assessor digital por Whatsapp.

nacional

Dilma quer Brasil no Conselho da ONU

22 MAR 11 - 17h:25ESTADÃO

A presidente Dilma Rousseff (PT) considerou como reconhecimento ao papel do Brasil o "apreço" sinalizado pelo presidente norte-americano Barack Obama a uma reforma na estrutura do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) com um assento permanente do Brasil.

Para Dilma, não é "concebível" o Brasil continuar sem um assento permanente no Conselho da ONU. "Hoje somos a sétima economia do Mundo, amanhã seremos a quarta, quinta. Não é concebível uma ONU reformada sem o Brasil", afirmou nesta terça-feira, 22. Dilma fez a afirmativa em coletiva após o lançamento do programa de Prevenção e Tratamento de Câncer de Colo de Útero e de Mama, em Manaus.

De acordo com a presidente, sobre o cessar-fogo na Líbia, o País tem o mesmo posicionamento que sempre teve em relação à crise naquele país. "Somos a favor de uma solução pacífica e diante do que está acontecendo, continuamos com nossa posição de cessar-fogo desde que votamos na ONU (na verdade, o Brasil se absteve na votação). Essa não é uma posição só nossa, é também da Alemanha, China e Rússia".

Os comentários abaixo são opiniões de leitores e não representam a opinião deste veículo.

Leia Também

Vereadores reprovam aditivo <br>à obra do Reviva Centro
"MUITO CARO"

Vereadores reprovam aditivo
à obra do Reviva Centro

Menino de 11 anos morre em UTI e é a 5º vítima de dengue
DOURADOS

Menino de 11 anos morre em UTI e é a 5º vítima de dengue

POLÍTICA

Bolsonaro se reúne com seis presidentes sul-americanos

Cúpula regional deve formalizar criação do Prosul
Raio mata 21 cabeças de gado no pasto em Aparecida do Taboado
DESCARGA ELÉTRICA

Raio mata 21 cabeças de gado em Aparecida do Taboado

Mais Lidas