Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

MAURO BORGES

Dilma nomeia ministro do Desenvolvimento

Dilma nomeia ministro do Desenvolvimento
13/02/2014 16:45 - TERRA


A presidente Dilma Rousseff indicou nesta quinta-feira Mauro Borges para ser titular interino do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (Mdic) no lugar de Fernando Pimentel. Para assumir o cargo, Borges deixa a presidência da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI). “A presidenta Dilma Rousseff aceitou nesta quinta-feira (13) o pedido de demissão do ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Fernando Pimentel”, afirma um trecho da nota oficial da Presidência. “A presidenta agradeceu a dedicação, competência e lealdade de Fernando Pimentel no comando do MDIC ao longo dos últimos três anos.” Dilma tentou, em um primeiro momento, indicar algum grande nome do setor empresarial para desenvolver uma relação melhor com o setor produtivo. Primeiramente, convidou o empresário Josué Gomes da Silva, da Coteminas, para o posto. Ela ainda sondou o nome de Abílio Diniz, presidente do conselho de administração da BRF Brasil Foods, que também recusou a vaga.

No governo, a presidente estudou transferir o ministro da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif Domingos, para a pasta e também o ex-secretário-executivo do Ministério da Fazenda Nelson Barbosa. Ambos recusaram. Coube a Dilma fazer uma escolha ao mesmo tempo, segundo assessores presidenciais, técnica e caseira. Além de já compor um órgão do governo que tem missão de desenvolver ações estratégicas para a política industrial, Mauro Borges tem longa trajetória acadêmica. Antes de começar a atuar pela ABDI, em 2011, ele foi pesquisador do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq). Borges é doutor em Economia pela Universidade de Londres, com pós-doutorado na Universidade de Illinois e da Universidade de Paris.

Próximo à presidente Dilma Rousseff, Fernando Pimentel deixa o governo federal para disputar o governo de Minas Gerais pelo PT. Na vida pública, ele já foi prefeito de Belo Horizonte por um mandato, entre 2005 e 2008.

Leia a nota na íntegra:

A presidenta Dilma Rousseff aceitou nesta quinta-feira (13) o pedido de demissão do ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Fernando Pimentel.

O seu lugar será ocupado interinamente pelo economista Mauro Borges, presidente da Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial.

A presidenta agradeceu a dedicação, competência e lealdade de Fernando Pimentel no comando do MDIC ao longo dos últimos três anos.

Felpuda


Tudo indica que o MDB não conseguiu convencer o PSDB de iniciar namoro com vistas a casamento nas eleições, e a ideia teria sido descartada. Os tucanos demonstraram que o problema deles não é o cargo: os emedebistas ofereceram a vaga de vice na disputa à Prefeitura de Campo Grande, a mesma cobiçada pelos tucanos, mas na chapa do PSD do atual prefeito. A questão, politicamente falando, seria, digamos, o oferecido “noivo”. Afe!