Especial Coronavírus (COVID-19) - Leia notícias e saiba tudo sobre o assunto. Clique aqui.

ELEIÇÕES

Dilma iria para 2º turno contra Barbosa e Marina

Dilma iria para 2º turno contra Barbosa e Marina
24/02/2014 08:53 - BAND


Uma pesquisa revelou que, se as eleições presidenciais fossem disputadas hoje, a presidente Dilma Rousseff só teria de enfrentar o segundo turno em uma disputa contra o presidente do STF (Supremo Tribunal Federal), e Marina Silva (PSB). As informações foram divulgadas neste domingo pelo Datafolha.

Neste cenário, Dilma aparece com 40% das intenções de voto, Marina tem 17%, Barbosa 14% e Aécio Neves (PSDB) fica com 12%.

A pesquisa entrevistou 2.614 pessoas entre os dias 19 e 20 de fevereiro em 161 cidades brasileiras. A margem de erro do levantamento é de 2%. 

Outros cenários

O Datafolha divulgou neste sábado os resultados de uma nova pesquisa eleitoral que indicam a vitória da presidente Dilma Rousseff (PT) no primeiro turno das eleições 2014. O resultado é praticamente o mesmo do último levantamento, realizado em novembro de 2013.

No principal cenário eleitoral, Dilma receberia 47% dos votos, contra 17% de Aécio Neves (PSDB) e 12% de Eduardo Campos (PSB). A presidente seria reeleita no primeiro turno, pois teria mais que a soma dos demais adversários.

Quando Marina Silva (PSB) é a candidata no lugar de Eduardo Campos, chega a 23% dos votos – menos do que os 26% de novembro e 29% de outubro. Neste caso, Dilma receberia 43% e também venceria na primeira rodada. Aécio ficaria com 15%.

Se o candidato escolhido pelo PT fosse Luiz Inácio Lula da Silva, a vitória seria mais confortável ainda, com 51% a 54% dos votos, dependendo da escolha do candidato do PSB.

 

Felpuda


Partido está aos poucos montando a que vem sendo chamada de “chapa do quartel”, pois os pré-candidatos são oriundos da caserna. Há quem diga que os dirigentes da legenda ainda estão querendo pegar carona no “fenômeno Bolsonaro”, esquecendo-se que o presidente, embora vindo da área militar, está na política há 30 anos e o seu programa de governo agradou 57,7 milhões de eleitores. Dizem que tchurminha será obrigada a adicionar mais ingredientes no currículo, senão...